Pular para o conteúdo principal

FEIRA EM BRASÍLIA MOSTRA PRODUTOS DE DEFESA DE ALTA TECNOLOGIA




Brasília, 15/10/2014Os principais produtos de defesa de alta tecnologia, além de simuladores, projetos e jogos interativos estarão expostos durante a 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que foi aberta oficialmente nesta terça-feira (14), e que acontece no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília.

De acordo com o chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia Industrial do Ministério da Defesa, general Aderico Mattioli, a exposição de projetos e equipamentos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica busca divulgar as ações de ciência, tecnologia e inovação que ocorrem dentro das três Forças Armadas.

"Temos centros tecnológicos bastante avançados, com um leque de atividades que vão desde a alimentação, laboratórios fármacos, produção de vacinas até telemedicina e estudos em comunicações satelitais", comentou o general.

Além de Brasília, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é realizada simultaneamente em mais de mil cidades de todo o país, com ações que buscam despertar o interesse dos mais jovens pelo universo da pesquisa tecnológica. A expectativa é que a edição de 2014 da SNCT tenha mais de 35 mil atrações, como visitas guiadas, palestras e oficinas para estudantes.

Somente em Brasília, são esperadas mais de 100 mil pessoas nos sete dias de feira, onde estão instalados cerca de 100 expositores com a participação de 300 escolas.

Atrações
As Forças trazem para a décima primeira edição da SNCT, que vai até o próximo domingo (dia 19), estandes com os principais projetos de defesa de alta tecnologia.



Com 220 metros quadrados, o estande da Marinha é um dos maiores da exposição e apresenta suas principais iniciativas para a defesa do país, como o Amazônia Azul, que visa proteger a costa marítima brasileira, o programa de desenvolvimento de um submarino de propulsão nuclear e o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), entre outros.

Alunos da rede pública e privada de ensino se encantam com o Simulador de Aviso de Instrução, utilizados pelos aspirantes da Escola Naval, no Rio de Janeiro (RJ). Outra atração concorrida da força naval é a maquete da nova estação brasileira na Antártica.

O Exército Brasileiro trouxe o blindado Guarani e outros veículos. No estande da força terrestre, o público pode entrar dentro dos carros e participar de jogos interativos que simulam ambientes de combate.

Para o estudante Mateus Souza, de 15 anos, do Centro Educacional Elefante Branco (CEEB), de Brasília, "a feira é um projeto bem interessante, com várias ideias". Mateus, que participava da exposição pela primeira vez, estava eufórico com o simulador de combate do Exército. "Eu penso em fazer Engenharia de Computação, criar softwares, lidar com robótica", declarou.



Já o aluno Thiago Anderson, de 12 anos, e que cursa a 7ª série do ensino fundamental no Centro de Ensino Fundamental da Asa Norte, gostou dos veículos e dos robôs. "É a primeira que vez que venho na feira e quero fazer jogos", disse ele.

Uma das grandes atrações da Força Aérea Brasileira (FAB) é um simulador de voo com adaptação para a aeronave Gripen, escolhida para ser o novo caça da FAB.

No equipamento, adultos e crianças podem experimentar a sensação de realizar uma missão de reabastecimento em voo no cargueiro KC-390, o maior avião que está sendo desenvolvido no Brasil.

A professora Maria Cândida Arrais de Miranda Mousinho, do Instituto Federal da Bahia e doutoranda pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) na área de Energia e Meio Ambiente, ficou encantada com o simulador de voo.

"Para mim é uma satisfação estar na feira. Eu vejo no rosto das pessoas uma alegria. Foi uma experiência incrível participar do simulador da FAB”, disse. A professora destacou como esse tipo de experiência pode despertar o interesse dos pequenos. “Muitas crianças se veem em muitos profissionais aqui. Sentimos orgulho de ser brasileiros e de como o Brasil e as Forças Armadas estão investindo em ciência e tecnologia", afirmou a professora.

SNCT
Com o tema na 11ª edição "Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social", a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), tem por objetivo mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno dos temas propostos.

O evento nacional teve sua primeira edição em 2003, e contabilizou 1.800 atividades em 250 cidades brasileiras. A SNCT tem a colaboração do setor público e privado, de fundações de apoio à pesquisa, de entidades e instituições de ensino, divulgação e pesquisa, entre outros.

Na solenidade de abertura feita nesta terça-feira, o ministro do MCTI, Clelio Campolina Diniz, agradeceu o apoio dos setores público e privado, agências e governos federal, estadual e municipal em torno da organização do evento em todo o país.

"Uma feira dessa natureza tem um papel extraordinário principalmente num país com as características do Brasil, onde nós temos um déficit educacional e científico histórico", disse o titular do MCTI.

Participaram da cerimônia, a embaixadora da União Europeia, Ana Paula Zacarias; o secretário de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, Glauco Rojas; o secretário de Ciência e Tecnologia da Marinha do Brasil, almirante Sérgio Roberto Fernando dos Santos; e a presidenta da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, além de outras autoridades.

Veja aqui mais informações e a programação nacional do evento.
Serviço
11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Período: 13 a 19 de outubro
Horário de funcionamento: das 8h às 18h
Local: Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, Brasília (DF)
Entrada gratuita

Fotos: PH Freitas
Assessoria de Comunicação
Ministério da Defesa
61 3312-4071

fonte/foto/MinistérioDaDefesa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA