terça-feira, 21 de outubro de 2014

ACIDENTE COM JATO EXECUTIVO FALCON DE "MARGERIE" EM MOSCOU

Christophe de Margerie, presidente e diretor geral da Total, uma das maiores empresas petrolíferas do mundo, morreu esta madrugada num acidente aéreo ocorrido no Aeroporto de Vnokovo, em Moscovo, capital da Rússia, confirmaram diversas agências noticiosas internacionais.

Segundo a imprensa francesa, o patrão da Total, grupo petrolífero multinacional de matriz francesa, que tem cerca de 100.000 empregados em 130 países do mundo, viajava a bordo de um avião executivo Falcon 50 de três reactores que explodiu no aeroporto após ter colidido com uma máquina limpa-neves, no momento em que ia descolar com destino a Paris.

No acidente morreram quatro pessoas: o presidente da Total, um piloto, dois assistentes de bordo. O motorista da máquina limpa-neves, encontra-se detido para interrogatórios .

Christophe de Margerie era o único passageiro e tinha se deslocado à capital russa para participar numa reunião do ‘Foreign Investment Advisory Council’ (FIAC), entidade internacional que agrupa dirigentes de empresas do mundo inteiro e representantes do governo russo, e que, se reúne anualmente a meados do mês de Outubro.

O Aeroporto de Vnokovo é um dos três aeroportos internacionais que servem a capital russa. Está situado a cerca de 30 quilometros do centro da cidade e está especialmente vocacionado para a aviação executiva.

Christophe de Margerie, tinha 63 anos de idade. Cresceu numa família de diplomatas e grandes empresários. Era neto de Pierre Taittinger, fundador do império de luxo e de produção de champanhe Taittinger. Fez carreira na Total, onde passou por diversos cargos superiores até alcançar o topo de uma das maiores empresas industriais francesas, em 2010.

French energy giant Total CEO Christophe

Nesta madrugada, em Paris, na sede da Total, estava concentrado todo o Conselho de Administração da Total em reunião de emergência. Um porta-voz da empresa disse que muitos ainda não acreditam na notícia e que a tragédia caiu como um tremor de terra na sede da companhia.

fonte/foto/NewsAvia

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...