FAA DEVE SANCIONAR NOVAS MEDIDAD DE SEGURANÇA PARA OS MD-11

KLM MD-11

A agência governamental independente NTSB, responsável pelas investigações relacionadas com a segurança aérea dos Estados Unidos, lançou uma nova chamada de atenção para alguns perigos evidenciados por aviões MD-11 e pediu a adopção de medidas por parte da entidade reguladora.

O NTSB (National Transportation Safety Board) dos Estados Unidos recomendou à FAA (Federal Aviation Administration) que seja exigida a instalação de novas ajudas nos cockpits e experiência de pilotagem equivalente à que é solicitada aos pilotos que comandam os grandes jactos da Boeing e da Airbus.

Segundo o NTSB, o jacto widebody criado há 24 anos pela McDonnell Douglas (entretanto comprada pela Boeing) registou 13 aterragens difíceis entre 1994 e 2010 e tem a maior taxa de touchdowns perigosos, comparado com outros 27 modelos de aviões, com base no número de voos.

Um porta-voz da Boeing declarou à imprensa que a companhia estava a analisar as novas recomendações e que só depois estará em condições de comentar a situação, o que deverá acontecer nas próximas semanas.

Fonte da FAA disse que a agência está a analisar cuidadosamente todas as novas recomendações da NTSB e que está, desde 1993, a trabalhar com o conselho de segurança no de serem implementadas 44 das 47 recomendações anteriores relacionadas com os MD-11.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas