CENIPA RECOMENDA QUE AEROPORTO DE TERESINA RECUPERE PISTA PARA EVITAR ACIDENTES

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) emitiu documento recomendando que sejam feitos reparos na pista do Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina. A medida foi tomada após ser constatado que fissuras e desgastes na estrutura asfáltica podem ter contribuído para o acidente ocorrido em setembro de 2013 quando um bimotor de aerolevantamento acabou ficando de bico na pista após decolagem mal sucedida.

De acordo com o relatório do acidente, houve um esvaziamento do trem de pouso dianteiro no momento em que o avião corria para a decolagem. Por conta do atrito com o asfalto, a estrutura foi recolhida automaticamente fazendo com que a aeronave percorresse mais 300 metros sem o trem de pouso e parasse de bico no meio da pista.

As observações feitas durante as investigações apontam que a cobertura asfáltica da pista do Aeroporto se encontrava em processo de deterioração quando o acidente aconteceu. Segundo o levantamento do CENIPA, a estrutura apresentava diversas rachaduras, algumas delas com aproximadamente um metro de comprimento e 10 cm de largura, além de desprendimento de fragmentos.

A nota emitida em março deste ano pede que a administração do aeroporto adote, o mais breve possível, as medidas necessárias para a recuperação das condições da pista de pouso e decolagem, principalmente no que se refere à cobertura asfáltica, O objetivo é evitar que mais acidentes ou até outros de maior gravidade ocorram.

O PortalODia.com tentou contado com o superintendente da Infraero em Teresina, Sânzio Renato Teixeira da Silva, mas ele se encontra em reunião e não pode comentar o caso no momento.

Entenda o caso
Em 26 de setembro do ano passado, um bimotor modelo AC690 acabou parando de bico no meio da pista do Aeroporto Petrônio Portela durante uma decolagem. A aeronave era ocupada pelo piloto e mais três pessoas e iria fazer o levantamento geográfico da área. Nenhum dos passageiros sofreu lesões, mas a aeronave acabou ficando com sua estrutura inferior e de trem de pouso comprometida por conta do atrito com a pista.

Acidente com o Cessna 172
O CENIPA ainda não concluiu o relatório do acidente no Aeroporto de Teresina em dezembro do ano passado. Na ocasião, um bimotor modelo Cessna 172 Skyhawk caiu minutos depois de decolar com quatro pessoas a bordo, sendo três estudantes de uma faculdade particular que faziam aulas de voo.
O prazo dado pela Agência Nacional de Aviação (ANAC) para a conclusão da investigação foi de um ano.

fonte/ODia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas