Pular para o conteúdo principal

GLOBAL AIR PROJETA CRESCIMENTO DE 30% ESTE ANO COM MERCADO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO PARA HELICÓPTEROS

O fato de o Brasil já possuir a segunda maior frota do mundo de helicópteros de uso civil e a segunda maior de aeronaves da chamada aviação comercial vem impulsionando o crescimento de outros negócios. Entre eles, o de peças de reposição para helicópteros. A Global Air, empresa especializada em importação de peças para este tipo de aeronave, projeta um crescimento de 27% para este ano, porém mantém em segredo o faturamento. 

Dono de uma rede de contatos em todo o mundo, Ricardo Ralston, CEO da Global Air, trabalha com uma uma base de apoio em São Paulo, um depósito em Miami, e escritórios em Londres, na Inglaterra, e em Le Bourget, na França. Dos quatro pontos, coordena a importação de peças em tempo menor que os principais concorrentes e com margens de lucro bem inferiores. 

“Temos preços entre 25% até 40% menores que a concorrência e uma agilidade que me rendeu o apelido de “Heligeiro”, brinca o executivo. Mas faz sentido. Recentemente, um proprietário de helicóptero teve a antena danificada e procurou o fabricante para fazer o reparo. “Informaram a ele que o conserto da peça sairia por US$ 9 mil, mas a Global Air trouxe uma antena nova por US$ 5 mil”, relembra.

Além do custo, claro, uma demanda dos clientes da Global Air é por agilidade. Quem tem uma aeronave precisa se deslocar bastante e não pode ficar parado por falta de peças. “Há algumas semanas recebemos a ligação de um empresário desesperado porque o ECU (computador de bordo) da aeronave dele havia parado de funcionar e o fabricante pediu 90 dias para a reposição do sistema. Nós conseguimos trazer um novo, a base de troca em três dias e ele ficou eternamente grato”, explica Ralston. A explicação para tamanha demora está no excesso de demanda do setor e no descaso em relação ao pós-venda, na visão do executivo.

Segundo o CEO da Global Air, ao prover soluções rápidas e com menor custo, a empresa fideliza o cliente e se torna cada vez mais conhecida no meio. Com 30 anos de experiência, a Global Air segue os procedimentos normais de importação, mas pode ser mais rápida porque tem canais de contato muito bem desenvolvidos com seus fornecedores, e estoque próprio de partes. “Dos 500 helicópteros que voam hoje no Brasil, podemos atender cerca de 200, pois estão entre as nossas especialidades que são, Eurocopter, Turbomeca e Agusta“, afirma. Mais informações em São Paulo no (11) 3230 8350 ou nos Estados Unidos em 305-432-2460.


fonte/Egom Assessoria de Imprensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA