Pular para o conteúdo principal

VISITA DE HOLLANDE COLOCA FX-2 NA PAUTA


Linha de produção do Rafale. Foto: Divulgação Linha de produção do Rafale. Foto: Divulgação


Adormecido no Palácio do Planalto, o programa F-X2, para a renovação da frota de caças da FAB (Força Aérea Brasileira), deve voltar à agenda da presidente Dilma Rousseff (PT) esta semana, durante a visita do presidente da França, François Hollande.

O mandatário francês chega ao Brasil na próxima quinta-feira. Na comitiva, altos executivos da Dassault, que lidera o consórcio Rafale, o caça que os franceses querem vender para a FAB.


O Rafale, que chegou a ser anunciado pelo ex-presidente Lula como o vencedor da concorrência para a compra das aeronaves, disputa com o F-18 Hornet, da norte-americana Boeing, e com o sueco Gripen NG, da Saab.


No entanto, a presidente Dilma chamou para ela a decisão sobre o desfecho do programa, mas não estipulou data para isso.


O F-X2 pode representar um contrato de cerca de R$ 10 bilhões para o fornecimento de 36 caças de última geração, além de fornecimento de componentes, treinamento e manutenção de pessoal.


Uma das exigências do governo é a transferência de tecnologia dos caças para a indústria nacional, no caso, a Embraer foi indicada como receptora dos conhecimentos.


As três concorrentes inclusive divulgaram interesse em participar do programa do KC-390, cargueiro militar da FAB em desenvolvimento pela Embraer, além de parcerias com fornecedoras nacionais da cadeia aeronáutica.


Este mês, a FAB aposenta a sua frota de Mirages. Restaram os caças F-5 como os mais “modernos” da Força.


SAIBA MAIS
Caça
A visita do presidente da França, François Hollande, ao Brasil, deve trazer à tona novamente o programa F-X2

Chegada
Hollande chega ao país na próxima quinta-feira para visita de dois dias

Programa

O F-X2, programa para a renovação da frota de caças da Força Aérea Brasileira está sob a responsabilidade direta da presidente Dilma Rousseff.


fonte/Ovale

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA