Pular para o conteúdo principal

MAIOR AVIÃO PROJETADO PELA EMBRAER, KC-390 VOA EM 2014



Desenho do KC-390, cargueiro militar  Imagem Divulgação Embraer Desenho do KC-390, cargueiro militar Imagem Divulgação Embraer

Se o cronograma for cumprido conforme o planejado, o maior avião projetado e construído pela Embraer, de São José dos Campos, fará o seu primeiro voo em 2014.

É o jato KC-390, cargueiro militar, aeronave que servirá para transporte de tropas, materiais e também como avião reabastecedor em v oo.
Haverá também uma versão civil, para emprego médico e auxílio a operações referentes a desastres naturais e transporte de carga postal.
O novo avião da companhia é uma encomenda da FAB (Força Aérea Brasileira), que investe US$ 2 bilhões no projeto e encomendou 28 unidades.
Argentina, Colômbia, Chile, Portugal e República Tcheca, também sinalizaram interesse em comprar o avião.
O KC-390 vai chegar ao mercado para disputar um nicho de pelo menos 700 unidades, estimativa da própria Embraer, que calcula potencial de US$ 50 bilhões em vendas.
O jato será concorrente direto para o avião cargueiro Hércules, da Lockheed Martin, dos Estados Unidos, que opera há mais de 40 anos.

Preparação.
Segundo a Embraer, o programa do KC-390 encontra-se na fase de projeto detalhado e certificação.


Já estão sendo fabricadas as peças dos primeiros protótipos do jato militar e finalizada a infraestrutura fabril para a montagem dos protótipos, que ocorrerá na unidade de Gavião Peixoto, interior paulista, onde está baseada a Embraer Defesa & e Segurança, responsável pelo desenvolvimento do projeto.


A companhia confirma que o primeiro voo do KC-390 está previsto para o final do próximo ano.
A expectativa é que, após cumpridas as etapas burocráticas, como certificação da aeronave pela autoridade aeronáutica brasileira, seja iniciada a produção seriada do jato.


Isto deve ocorrer a partir de 2015 com previsão de primeiras entregas a partir de 2016.

Salto.
Para Expedito Bastos, especialista em assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG), o programa do KC-390 representa um "salto tecnológico para a Embraer".


"A empresa vai ganhar capacitação tecnológica em um segmento importante onde planeja disputar um nicho de mercado", afirmou.


O especialista ressalta ainda que o mercado militar desse porte é um fronteira importante para a empresa, que vai disputar com grandes companhias mundiais.


"Além de ser o maior avião da companhia, o KC-390 representa o ingresso do Brasil em um mercado fechado e muito disputado", disse Bastos.

Participação.
Empresas do polo aeronáutico de São José dos Campos foram contratadas para participar do programa, com o fornecimento de componentes e equipamentos.


Entre elas a Magnaghi Friuli, que faz usinagem de peças para o KC-390.


Segundo a diretoria de Operações Industriais da Embraer, já foram produzidas cerca de 2.000 peças do jato.


A cadência produtiva segue pedidos da área de engenharia. À medida que a engenharia libera os desenhos e os parâmetros das peças do jato, a produção inicia a fabricação dos pedidos.
O protótipo do jato militar será montado na unidade da Embraer Defesa & Segurança, em Gavião Peixoto, onde será a linha de produção seriada.


Projeto foi anunciado em feira de defesa
Em abril deste ano, a Embraer Defesa & Segurança anunciou, durante a feira LAAD Defence & Security, no Rio de Janeiro, o início das atividades de promoção e vendas do jato de transporte militar KC-390 no mercado.

O início da operação de comercialização ocorreu após a empresa ter concluído a Revisão Crítica do Projeto com a Força Aérea Brasileira, demonstrando a maturidade do produto e o congelamento da configuração da aeronave, o que possibilitou o início da liberação de informações para a produção dos protótipos. 

A finalização desta fase do programa permitiu também congelar as especificações técnicas e estabelecer o preço e as condições de entrega, o que viabiliza o início da campanha comercial.

EUA.
Em 2012, a norte-americana Boeing e a Embraer assinaram um acordo de cooperação para o programa KC-390. O acordo prevê o compartilhamento de conhecimentos técnicos específicos e a avaliação conjunta[/TXT] de mercados onde poderão estabelecer estratégias de vendas no nicho de aviões de transporte militar.

fonte/OVale/foto/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA