Pular para o conteúdo principal

POLÍCIA INVESTIGA POUSO FORÇADO DE ULTRALEVE, EM ARIQUEMES,RO



Piloto de ultraleve fez pouso forçado no domingo, em Ariquemes (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias) 
Piloto de ultraleve fez pouso forçado no domingo, em Ariquemes (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)
A Polícia Civil de Ariquemes (RO) investiga as causas que motivaram um pouso forçado de um ultraleve experimental, no domingo (5). O incidente, que deixou o piloto com uma das pernas fraturadas, ocorreu no loteamento Jardim Vitória. 

Um passageiro da aeronave sofreu ferimentos leves. De acordo com a Polícia Militar, que ouviu testemunhas, o ultraleve sofreu uma pane mecânica, logo após a decolagem no aeroporto do município, e ficou danificado, segundo a PM. 

Por se tratar de um modelo experimental, o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Seripa 7) informou ao G1, que o caso não deve ser investigado pela Aeronáutica. 

Segundo o suboficial da Aeronáutica Dalson Trigueiro Lima, os ultraleves experimentais são de responsabilidade dos pilotos. “De acordo com nossa regulamentação, este tipo de aeronave é por conta e risco dos operadores”, explica.

Mas para o delegado regional da PC, Thiago Flores, o caso deve ser investigado. “A perícia está trabalhando. Com o resultado poderemos saber o que pode ter causado o acidente e se o piloto tinha autorização para voar”, explica. Flores salienta que, em virtude da complexidade do acidente, a conclusão do laudo deve sair em 30 dias.

De acordo com familiares, o piloto Adalberto Duarte Martins Lopes, de 43 anos, passou por uma cirurgia na perna, logo após o acidente, e segue internado. O passageiro que teve ferimentos leves não foi localizado.

Estrutura de ultraleve experimental ficou danificada (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)Estrutura de ultraleve experimental ficou danificada (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)
fonte/G1
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA