segunda-feira, 6 de maio de 2013

POLÍCIA INVESTIGA POUSO FORÇADO DE ULTRALEVE, EM ARIQUEMES,RO



Piloto de ultraleve fez pouso forçado no domingo, em Ariquemes (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias) 
Piloto de ultraleve fez pouso forçado no domingo, em Ariquemes (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)
A Polícia Civil de Ariquemes (RO) investiga as causas que motivaram um pouso forçado de um ultraleve experimental, no domingo (5). O incidente, que deixou o piloto com uma das pernas fraturadas, ocorreu no loteamento Jardim Vitória. 

Um passageiro da aeronave sofreu ferimentos leves. De acordo com a Polícia Militar, que ouviu testemunhas, o ultraleve sofreu uma pane mecânica, logo após a decolagem no aeroporto do município, e ficou danificado, segundo a PM. 

Por se tratar de um modelo experimental, o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Seripa 7) informou ao G1, que o caso não deve ser investigado pela Aeronáutica. 

Segundo o suboficial da Aeronáutica Dalson Trigueiro Lima, os ultraleves experimentais são de responsabilidade dos pilotos. “De acordo com nossa regulamentação, este tipo de aeronave é por conta e risco dos operadores”, explica.

Mas para o delegado regional da PC, Thiago Flores, o caso deve ser investigado. “A perícia está trabalhando. Com o resultado poderemos saber o que pode ter causado o acidente e se o piloto tinha autorização para voar”, explica. Flores salienta que, em virtude da complexidade do acidente, a conclusão do laudo deve sair em 30 dias.

De acordo com familiares, o piloto Adalberto Duarte Martins Lopes, de 43 anos, passou por uma cirurgia na perna, logo após o acidente, e segue internado. O passageiro que teve ferimentos leves não foi localizado.

Estrutura de ultraleve experimental ficou danificada (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)Estrutura de ultraleve experimental ficou danificada (Foto: Ivon Camilo/Alerta Notícias)
fonte/G1
 

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...