segunda-feira, 6 de maio de 2013

PILOTOS DEIXAM COMISSÁRIAS NO COMANDO DE AVIÃO

Os pilotos do voo AI-333, da Air India deixaram duas comissárias de bordo ao comando do avião para poderem dormir, até que foram acordados repentinamente quando uma delas desligou acidentalmente o piloto automático.

Os dois pilotos terão dormido durante aproximadamente 40 minutos até ao momento de pânico, em que tiveram que levantar-se e correr para o cockpit para estabilizar da aeronave, noticiou hoje a imprensa a local.

Trata-se do voo AI-133 que fazia a ligação Banguecoque-Nova Délhi, a 12 de Abril. O incidente ocorreu a 10 mil metros de altitude, num Airbus-321 com 166 passageiros, de acordo com fontes anónimas citadas pelo Mumbai Mirror.

Segundo a publicação, o co-piloto Ravindra Nathel abandonou o cockpit rumo à primeira classe, enquanto o comandante B.K. Soni explicava às comissárias o básico para controlar o avião, antes de seguir «para a cama».

Por seu lado, a companhia aérea defendeu-se argumentando que os pilotos não deixaram o cockpit, mas reconheceu que as hospedeiras ficaram durante um longo período na cabine de comando.

Na versão da transportadora aérea, terá sido o co-piloto que desligou o piloto automático, «por distração».

A Direcção-Geral de Aviação Civil da Índia confirmou que os pilotos e as comissárias envolvidos no caso foram despedidos e que a ocorrência está a ser alvo de investigação.

fonte/OSapo

Nenhum comentário:

EM HOMENAGEM AOS 48 ANOS DA EMBRAER, PILOTOS FAZEM VOO COM TRAÇADO EM FORMA DO LOGOTIPO DA EMPRESA NOS EUA

No aniversário de 48 anos da Embraer, pilotos que faziam um voo teste nos Estados Unidos fizeram uma homenagem traçando no céu a logom...