Pular para o conteúdo principal

PILOTOS DEIXAM COMISSÁRIAS NO COMANDO DE AVIÃO

Os pilotos do voo AI-333, da Air India deixaram duas comissárias de bordo ao comando do avião para poderem dormir, até que foram acordados repentinamente quando uma delas desligou acidentalmente o piloto automático.

Os dois pilotos terão dormido durante aproximadamente 40 minutos até ao momento de pânico, em que tiveram que levantar-se e correr para o cockpit para estabilizar da aeronave, noticiou hoje a imprensa a local.

Trata-se do voo AI-133 que fazia a ligação Banguecoque-Nova Délhi, a 12 de Abril. O incidente ocorreu a 10 mil metros de altitude, num Airbus-321 com 166 passageiros, de acordo com fontes anónimas citadas pelo Mumbai Mirror.

Segundo a publicação, o co-piloto Ravindra Nathel abandonou o cockpit rumo à primeira classe, enquanto o comandante B.K. Soni explicava às comissárias o básico para controlar o avião, antes de seguir «para a cama».

Por seu lado, a companhia aérea defendeu-se argumentando que os pilotos não deixaram o cockpit, mas reconheceu que as hospedeiras ficaram durante um longo período na cabine de comando.

Na versão da transportadora aérea, terá sido o co-piloto que desligou o piloto automático, «por distração».

A Direcção-Geral de Aviação Civil da Índia confirmou que os pilotos e as comissárias envolvidos no caso foram despedidos e que a ocorrência está a ser alvo de investigação.

fonte/OSapo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA