quinta-feira, 18 de outubro de 2012

AVIÃO CAI E MATA DUAS PESSOAS NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

 Duas pessoas morreram na queda de um avião monomotor, no início da noite desta quinta-feira (18), na Estrada do Corredor, área rural de Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o Corpo de Bombeiros, instrutor e aluno estavam a bordo do avião que decolou do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba. Os corpos ficaram presos nas ferragens.

De acordo com o 2º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), era um voo de treinamento com duração de meia hora. O avião pertencia ao Aeroclube do Paraná que tem hangar no Aeroporto do Bacacheri.

Ainda segundo os Bombeiros, o helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Paraná (GRAER) foi acionado para prestar socorro. Na volta, o helicóptero precisou fazer um pouso de emergência, em Bocaiúva do Sul, também na Região Metropolitana de Curitiba, por causa de uma pane. Ninguém ficou ferido no incidente.


fonte/G1/foto/MarcoAurélioGracia


Duas pessoas morreram após a queda de um avião de pequeno porte em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. O acidente ocorreu por volta das 18h30 desta quinta-feira (18), na Rua Pedro Dal Pra, informou a Polícia Militar.
A avião - um monomotor - decolou do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, por volta de 17h55, para um voo de instrução. A aeronave pertencia ao Aeroclube do Paraná, que mantém um hangar no terminal.
Um dos mortos é o piloto Juliano Wolski Hecker, de 33 anos. A identidade do aluno não havia sido confirmada pelas autoridades até as 21h45.
De acordo com o administrador do aeroclube, Jeferson Gama da Silva, a aeronave decolou sob boas condições meteorológicas e se dirigiu para uma área de manobras. "Teve o relato de um policial que estava perto do local do acidente e disse que o avião interrompeu uma manobra, entrou em parafuso e caiu", disse.
A administração do aeroclube descreveu Wolski como um piloto experiente e extremamente cuidadoso. Segundo Silva, desde os 18 anos o piloto frequentava o local. "Era um profissional e tanto. Você nem imagina como estamos", disse o administrador.
As causas do acidente vão ser investigadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há registro de outros feridos. Também não se sabe no momento a identidade da segunda vítima.


fonte/GazetaDoPovo

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...