HELICÓPTERO DE RESGATE CAI NA ITÁLIA

Um helicóptero de emergência com seis pessoas a bordo caiu numa zona de montanha no centro de Itália, esta terça-feira. Não há sobreviventes.
A polícia italiana disse que o aparelho caiu perto da estância de Campo Felice, na zona montanhosa do centro de Itália, durante uma missão para retirar um esquiador ferido.
O porta-voz da proteção civil italiana, Luigi D'Angelo, disse que a bordo do aparelho seguiam o esquiador ferido (que estava a ser transportado para o hospital), pessoal médico e a tripulação.
As imagens de televisão e as fotografias tiradas no local mostram que o helicóptero se desfez em pedaços ao embater na neve, ficando intactas apenas as hélices da cauda e a secção traseira. As equipas de emergência retiraram os corpos em trenós, até uma zona onde os esperavam os veículos de assistência médica.
A má visibilidade atrasou a chegada das equipas de emergência. "A área onde [o helicóptero] caiu é de difícil acesso mesmo com o melhor tempo. O forte nevoeiro está a tornar tudo ainda mais difícil", tinha dito durante a manhã um porta-voz da polícia.
O autarca de Lucoli, Gianluca Marrocchi, disse ter visto o helicóptero e que se questionou por que razão estaria a voar tão baixo. "Depois disso desapareceu no nevoeiro", disse o autarca da localidade próxima do acidente.
O acidente aconteceu a cerca de 100 quilometros de distância e no lado oposto do Monte Gran Sasso onde, no passado dia 18, uma avalanche soterrou um hotel, em Farindola, pelo que, não estava envolvido nas operações de resgate.

Campo Felice é uma pequena estância que é bastante popular entre os habitantes de Roma que tiram o dia para ir esquiar. A capital italiana fica a apenas 120 quilometros.
A estância situa-se a 710 metro de altitude, mas a área das pistas de esqui vai até altitudes superiores a 2000 metros.
A polícia realçou que não há qualquer ligação deste acidente com a recente atividade sísmica ou com a avalanche.

fonte/JN.pt

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas