sexta-feira, 19 de agosto de 2016

TRABALHADORES REJEITAM PDV E JÁ AMEAÇAM GREVE NA EMBRAER

 
Funcionários da Embraer rejeitaram ontem, em assembleia realizada em São José, o PDV (Plano de Demissões Voluntárias) que foi anunciado pela companhia e ameaçaram entrar em greve se houver desligamentos.

A empresa abrirá na próxima terça-feira o prazo para a adesão ao primeiro PDV da era privatizada da Embraer, estatal até 1994. O prazo vai até 14 de setembro. A meta é economizar cerca de R$ 650 milhões anuais com as medidas para cortar custos.

Ontem, um "plano de lutas" foi aprovado, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, durante a assembleia, que teria reunido 8.000 trabalhadores dos setores de produção e administrativo. Com o ato, a entrada do primeiro turno atrasou duas horas.

O sindicato pede um "imediato cancelamento" do PDV e declarou que, do contrário, a palavra de ordem será "demitiu, parou".

Categoria. Como alternativa, o sindicato da categoria propõe que a companhia pare o processo de transferência de parte da produção para os EUA e que os acionistas "arquem com a multa de US$ 200 milhões referente ao caso de corrupção".
No balanço financeiro do segundo trimestre de 2016, a companhia fez uma provisão de perda de aproximadamente US$ 200 milhões (cerca de R$ 650 milhões), em razão de acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, que apura supostas violações da empresa à lei anticorrupção norte-americana.

"A Embraer quer que os trabalhadores paguem pelos erros e irresponsabilidades cometidos por ela própria. Não pagaremos esta conta", disse ontem o vice-presidente do sindicato, Herbert Claros. "Vamos lutar contra as demissões e levar esta mobilização não só para as fábricas da Embraer, mas para todos os metalúrgicos do Estado".

Empresa. A Embraer descarta voltar atrás e informou que o PDV acontece depois de conversas com a categoria. O sindicato afirma que a Embraer foi beneficiada pelo governo e deixou de pagar R$ 1,1 bilhão em impostos de 2013 a 2015 em razão de desoneração da folha de pagamento -- era parte do Plano Brasil Maior, de incentivo à geração de empregos.

Companhia diz que a ação é necessária

A Embraer informou que o PDV foi detalhado para aos empregados ontem "após algumas rodadas de conversa com os diversos sindicatos representativos". A companhia reforçou o caráter voluntário do programa.

A empresa disse ainda que a iniciativa "é parte de uma série de medidas de redução de custos para superar o cenário desafiador enfrentado hoje pela indústria global aeroespacial e de defesa". E disse que a deso-neração da folha de pagamento "contribuiu para que a empresa pudesse ter mantido, ao longo dos últimos anos, os atuais níveis de emprego".

A respeito da transferência de produção para os EUA, a Embraer disse que isso "permitiu que a companhia estivesse mais próxima dos principais clientes e mercados" e que a expansão ajudou a companhia a ampliar vendas e manter o nível de produção. 

fonte/foto/OVale

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...