Pular para o conteúdo principal

FAA ORDENA REPARAÇÕES URGENTES NO MOTOR DE ALGUNS BOEINS 787

JAL B787-800 900px

A FAA, agência norte-americana de aviação civil, ordenou a todas as companhias dos EUA que têm na sua frota aviões Boeing 787 Dreamliner com motores da General Electric GEnx-1B PIP2 que devem proceder a reparações urgentes de acordo com uma diretiva da entidade publicada nesta sexta-feira, dia 22 de abril. (LINK diretiva da FAA em inglês)
.
A agência revelou que as reparações, que já tinham sido sugeridas pela própria General Electric no passado dia 1 de abril, são obrigatórias em 43 aviões que estão ao serviço das companhias norte-americanas e que devem estar concluídas no prazo de 150 dias.

O motor em causa equipa já 176 aviões Boeing 787 Dreamliner em 29 companhias em todo o mundo. Embora a FAA não tenha jurisdição sobre empresas de outros países, a maioria das autoridades de aviação civil estrangeiras regem-se pelas normas dos EUA, pelo que, nessas outras companhias, esta ordem assumirá um carácter também obrigatório, ao serem transpostas as normas da FAA para esses países.
Esta notificação segue-se a um incidente ocorrido num voo da Japan Airlines com um avião Boeing 787 Dreamliner, no passado dia 29 de janeiro, que fazia a ligação de Vancouver (Canadá) para Tóquio (Japão), explica a agência de aviação norte-americana no relatório que publicou na sua página de Internet.

No incidente ocorrido com o Boeing 787 japonês, o motor direito do aparelho parou de repente quando a aeronave estava a 20.000 pés (6.096 metros) acima do nível do mar. A equipa de pilotos não conseguiu reiniciar o motor, mas o avião foi capaz de aterrar poucos minutos após o incidente, em segurança.

A FAA alerta que, como resultado das verificações a que procedeu uma equipa de técnicos e de inspetores da entidade, esses motores correm o risco de desligarem-se em pleno voo, sem possibilidades de voltarem a ser ligados da cabina de comando da aeronave.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA