Pular para o conteúdo principal

BIMOTOR CAI NO CANADA, SETE MORTOS



Mitsubishi MU-2B-60 N246W GlennClatfield 800px

MU-2B-60 N246W AnnieCorriveau 900px

Um avião bimotor turboélice Mitsubishi MU-2B-60, com sete pessoas a bordo, caiu nesta terça-feira, dia 29 de março, quando estava perto de pousar no Aeroporto de Havre-aus-Maisons, na Ilha da Madalena, situada no Golfo de São Lourenço, no Oceano Atlântico Norte. Esta ilha é administrada pela Província do Quebeque, no Canadá.

O acidente aconteceu pelas 11h40 locais (16h40 UTC) quando o avião estava prestes a pousar na pista. As condições atmosféricas eram más e havia queda de neve e ventos fortes no momento em que o avião fazia a aproximação à pista. Segundo a Polícia Federal do Canadá, a aeronave, que tinha a matrícula norte-americana N246W, caiu nuns terrenos baldios tendo o aeroporto à vista, incendiando-se em seguida. Todos os ocupantes morreram. Os corpos foram recolhidos entre os destroços carbonizados e espalhados no terreno.


Segundo a imprensa canadense, seguia a bordo do avião Jean-Charles Lapierre, de 59 anos de idade, um conhecido político canadense, antigo membro do Parlamento do Canadá e ex-ministro da Província do Quebeque, que era também um dos mais respeitados e populares comentadores políticos do País, nomeadamente na zona francófona.

Lapierre tinha fretado um avião e seguia acompanhado por cinco pessoas de família para a ilha Madalena, onde deveria acompanhar o funeral de seu pai, falecido na semana passada.

O avião Mitsubishi MU-2B-60, matrícula N246W, nr série 1552SA, concebido pela conhecida fábrica japonês ado mesmo nome, tem capacidade para embarcar 10 passageiros. O que resultou destruído neste acidente tinha sido construído em 1982.

fonte/foto/NewsAvia


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA