FESTA EM CONGONHAS MARCA INÍCIO DAS OPERAÇÕES DA AZUL

Aviação , À esquerda, a festa dos colaboradores da Azul em CGH. À direita, Sami Foguel, VP de Clientes da aérea
À esquerda, a festa dos colaboradores da Azul em CGH. À direita, Sami Foguel, VP de Clientes da aérea
 

Uma festa agitou o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na manhã de hoje. A data marca o início das operações da Azul no terminal, fato celebrado com música ao vivo e muito agito dos colaboradores da companhia. Serão 13 voos diários distribuídos entre Belo Horizonte (Confins), Curitiba e Porto Alegre, além de um voo aos sábados para o Rio de Janeiro.

Com a redistribuição por parte da Anac dos horários para pousos e decolagens, a Azul ficou com 13 slots para decolagens e 13 para pousos. As aeronaves utilizadas serão Embraer 195. A chegada da empresa de David Neeleman na capital paulista e a busca por mais slots no futuro deram o tom do discurso dos executivos presentes na estreia em Congonhas.

“Finalmente chegamos em São Paulo. Esse é um importante capítulo na história da Azul e estamos muito felizes de estar aqui. Ainda que já tenhamos 50 voos diários para 15 destinos em Cumbica, Guarulhos não é o mesmo que São Paulo, tampouco Campinas”, afirmou Sami Foguel, vice-presidente de Clientes da empresa. “A Anac redistribui slots com base na pontualidade e regularidade e hoje somos a aérea mais pontual do Brasil, e assim nos mantivemos inclusive em momentos críticos, como a Copa, isto é, nossa expectativa é de crescer muito aqui e ultrapassar os 30% de decolagens no País que alcançamos nesses seis anos.”

O aumento no volume de voos e na opção dos clientes é o destaque do início da operação da Azul em Congonhas, segundo o presidente da empresa, Antonoaldo Neves. “Vamos trazer muitas opções de conexão por meio de nossa ampla malha aérea”, avaliou. “Estamos confiantes de que nossa chegada trará muito benefício para os usuários do transporte aéreo brasileiro.”

fonte/foto/PanRotas

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas