Pular para o conteúdo principal

TRIPULANTE DA MALAYSIA AIRLINES ACUSADO DE AGRESSÃO SEXUAL DURANTE UM VOO


A Malaysia Airlines volta a ser notícia na imprensa mundial por maus motivos. Já não bastavam duas tragédias e uma situação financeira dificílima, com nacionalização à vista, hoje à tarde as televisões e os sítios da Internet de notícias voltaram a colocar o nome da companhia em grande destaque. Infelizmente por um ‘faits-divers’, que, contudo, arrasta, uma vez mais o nome da transportadora aérea…

Um comissário de bordo da Malaysia Airlines foi indiciado na França depois de ter abusado sexualmente de uma passageira a bordo de um avião que fazia um voo entre a capital do país, Kuala Lumpur, e a capital francesa, Paris, informaram nesta terça-feira, dia 12 de Agosto, fontes próximas à investigação.

Após a aterragem do seu voo no aeroporto Charles de Gaulle/Paris, na terça-feira da semana passada, dia 5 de Agosto, a passageira, uma cidadã australiana, dirigiu-se à Polícia de fronteira. Aos investigadores, ela afirmou ter sofrido violência sexual por um comissário de bordo.

“No início do voo, ela manifestou à tripulação a sua apreensão” após os dois incidentes aéreo da companhia aérea malaia nos últimos meses, informou uma destas fontes. O comissário de bordo sentou-se ao lado dela e começou a conversar. Sob o pretexto de “confortá-la”, ele teria agredido sexualmente a passageira.

O comissário confessou o crime. Foi indiciado no dia seguinte e colocado em prisão preventiva, indicou uma das fontes.

Duas catástrofes aéreas abalaram a companhia malaia este ano: o desaparecimento de um Boeing transportando 239 pessoas entre Kuala Lumpur e Pequim em 8 de Março, e a queda do voo MH17, abatido por um míssil no dia 17 de Julho no leste Ucrânia, matando 298 pessoas.

fonte/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA