RÚSSIA PODE PARAR ENVIO DE CARGAS E CORREIO PARA EUROPA APÓS 1 DE JULHO


O Ministério dos Transportes da Rússia e a Comissão Europeia não conseguiram chegar a um acordo sobre novas regras de segurança aérea para transporte de carga.

Isso ameaça parar completamente a corrente de carga e correio para a Europa a 1 de julho. O Ministério dos Transportes quer pedir a Bruxelas que adie a entrada em vigor das regras ou suspenderá a carga aérea em trânsito para a UE através da Rússia.

Valeri Okulov, vice-ministro dos Transportes, realizou uma reunião com vista à introdução na prática, a partir de 1 de julho, do regulamento da UE sobre a segurança aérea para o transporte de carga. 


Dentro de uma semana, poderão descarregar cargas na UE apenas as companhias que receberam o estatuto de “transportador de terceiros países”. Para isso é necessário acordar com Bruxelas um programa de medidas de segurança para as cargas e o correio e o validador da UE deve inspecionar os aeroportos de envio de cargas se respeitam as respectivas exigências. Estes devem dar informação pormenorizada sobre a infraestrutura e os sistemas de segurança.

Segundo o diário Kommersant, os serviços do validador custam mais de 200 mil rublos. O Ministério dos Transportes mantém uma posição firme face ao regulamento. “A Rússia não pretende fazer inspeções suplementares ou fornecer informação secreta, os aeroportos e os transportadores são regularmente inspecionados na ICAO e IOSA, o que é suficiente”, declarou um dos interlocutores do jornal. Mas, nesta situação, o Ministério dos Transportes pediu à UE um adiamento durante as conversações.


Durante esse período, Moscou quer conseguir da UE a inclusão da Rússia na “lista verde”, acordo sobre a segurança aérea que permite aos transportadores receber o estatuto e voar para a UE sem mais inspeções.

Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_06_23/Russia-pode-parar-envio-de-carga-e-correio-para-Europa-apos-1-de-julho-2898/

fonte/VozDaRússia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas