Pular para o conteúdo principal

MAU TEMPO PROVOCA CAOS NO AEROPORTO SANTOS DUMONT

O mau tempo no Rio de Janeiro, seguido de uma chuva fina e forte nevoeiro na Baía de Guanabara na manhã desta terça-feira, prejudicou os voos que chegariam ao aeroporto Santos Dumont desde as 6h, quando o aeroporto seria aberto para operações de pousos e decolagens, o que acabou provocando superolotação no saguão do aeroporto. Esta situação ainda persiste, com centenas de passageiros aguardando para embarcar.

Como o aeroporto estava fechado para pousos, sete aviões procedentes de Cuiabá (MT), dois de Vitória e quatro da ponte aérea Rio-São Paulo foram desviados para o aeroporto Internacional do Rio, o Galeão.

Como os voos não estavam partindo por falta de aviões no solo para seguir seus destinos, o aeroporto Santos Dumont ficou completamente lotado. Os aviões que sairiam dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, para o Rio de Janeiro, não levantaram voo, aguardando a melhora do tempo no Rio, o que só ocorreu a partir das 9h30, quando o Santos Dumont foi reaberto para operações de pousos e decolagens por instrumentos.

Nesse período, as companhias aéreas dos dois aeroportos foram obrigadas a fazer novos check-ins para reembarcar os passageiros com destino ao Rio de Janeiro, e isso deixou o saguão do Santos Dumont superlotado. O primeiro voo da Avianca para o Rio chegou às 11h20, vindo do aeroporto de Congonhas. 

No site da Infraero, atualizado às 15h com informações das empresas aéreas, do total de 90 voos programados para o Santos Dumont, 40 tiveram atraso e 34 foram cancelados.

fonte/AgBrasil/Terra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA