Pular para o conteúdo principal

PILOTO QUE SE ENVOLVEU EM ACIDENTE NA REGIÃO DE ARAGUAÍNA NÃO PODERIA OPERAR AERONAVES



Eles estava com as duas habilitações vencidas desde 2012. O acidente aconteceu nesta quarta-feira (26), em Araguaína.
Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o piloto Edson Valmir do Nascimento, que se envolveu em acidente com um avião monomotor, na região de Araguaína, norte do Tocantins, não poderia estar operando aeronaves já que ele estava com as duas habilitações vencidas desde 2012. O pouso forçado aconteceu nesta quarta-feira (26).

No dia da queda, a Polícia Militar disse que ao chegar ao local, o piloto não estava. Ele teria descido do avião para tentar sair da mata e procurar ajuda. Segundo a polícia, ele foi encontrado minutos depois com ferimentos leves. Para a Anac ainda não está claro se Nascimento operava o avião no momento do acidente, já que o piloto fugiu do local. Assim que for confirmada a identidade do piloto, a Agência vai abrir um processo administrativo para investigação e possível punição do piloto.

A Anac informou ainda que o avião monomotor de matrícula PT-SUD estava irregular. A delegada regional de Araguaína preferiu não se manifestar, mas informou que Nascimento ainda não deu depoimento à polícia. Ele foi flagrado saindo de uma chácara próximo ao acidente, mas preferiu não se pronunciar sobre o assunto.

O avião monomotor usado para borrifar defensivos agrícolas em lavouras teve pane e teve que fazer um pouso forçado, no km 11 da TO-222, em Araguaína. Segundo a Polícia Militar, o piloto contou que estava sobrevoando a área, quando a aeronave apresentou problemas, o que o levou a fazer o pouso.

fonte/G1

fonte/G1
Enhanced by Zemanta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA