segunda-feira, 9 de setembro de 2013

A ACROBACIA AÉREA DE PYTOR NESTEROV

Pyotr Nesterov, história da aviação russa
Selo postal memorial dedicado a Pyotr Nesterov

Há 100 anos, no dia 9 de setembro (segundo o calendário atual) de 1913, o piloto aviador russo Pyotr Nesterov executou pela primeira vez na história a figura de acrobacia aérea "loop vertical". Esse acontecimento foi de tal maneira surpreendente que ele foi descrito não só nos jornais russos, como também na imprensa estrangeira. Nesterov se tornou no fundador de uma escola de acrobacia aérea que ajudou os pilotos russos a vencer muitos combates aéreos da Primeira e Segunda Guerras Mundiais.

Nesse tempo, os pilotos, de acordo com as instruções recebidas, evitavam fazer inclinações perigosas e voavam de forma extremamente plana, "como um prato". Nesterov preferia a experimentação ousada e violava repetidamente as regras estabelecidas. O lendário aviador afirmava que estava aprendendo a arte do voo imitando os pássaros. De resto, nessa altura muitos consideravam os truques aéreos de Nesterov como uma bravata. A sua experiência foi útil mais tarde nos combates reais das duas guerras mundiais. Os recordes e os feitos dos pioneiros da aviação continuam a ter uma grande importância, afirma Roman Gusarov, editor do portal informativo Avia.ru:
"Os aviadores testavam os limites das suas capacidades e os das suas aeronaves. Eles desbravavam o desconhecido. Até Nesterov, ninguém sabia se era sequer possível executar essa figura de acrobacia aérea. Tendo corrido esse risco, considerado à época como uma loucura, ele provou que isso era possível. Além disso, Nesterov provou que a execução de figuras de acrobacia aérea não depende apenas do material, mas também do próprio piloto."

Nesterov executou o seu loop vertical com um biplano de madeira sobre o aeródromo de Kiev. Nesse dia, o jornal Kievlyanin escrevia: "Ao atingir uma altitude de 1.000 metros, o aviador desligou o motor e iniciou a queda. Na altitude de 600 metros ele ligou o motor, endireitou o aparelho e obrigou-o a subir abruptamente. O aeroplano deu uma volta no plano vertical... O piloto ficou de cabeça para baixo... O público suspirou ansioso..." Passados oito dias, Nesterov descreveu o desenho da execução do loop a pedido do correspondente do jornal parisiense Le Matin. Muito pouco tempo depois, esse feito foi repetido pelo piloto de testes Adolphe Pégoud da companhia Blériot. É ele que é considerado no Ocidente como o pai dessa figura da acrobacia aérea. Contudo, o próprio Pégoud não apoiou os apoiantes da sua "precedência", especificando que ele tinha realmente "desenhado" no céu um S alongado. Isso ainda não era um loop vertical, explica o piloto de testes e Herói da Rússia Magomed Tolboev.

"Existe o conceito do loop oblíquo a 45 ou a 30 graus... No fim, ele poderá passar para uma viragem no plano horizontal. O loop vertical foi feito pelo nosso compatriota e o fundador da acrobacia aérea Nesterov. Isso é um fato incontestável. Os combates aéreos passar a se desenvolver de uma forma completamente diferente. Antes os combates decorriam na horizontal e com viragens. Nada para além disso. Nem para cima, nem para baixo. Vencia o primeiro a se aproximar, quem tivesse mais velocidade. Nesterov ensinou precisamente a manobrar no ar e a apanhar o inimigo através da manobra."

Mais tarde, Nesterov esteve testando decolagens e aterrissagens noturnas. Desenhou também uma modificação da empenagem de aeroplano com a forma da "cauda de andorinha". Ele queria mesmo passar à reserva para se dedicar totalmente ao desenho e projetos de aviões. Mas entretanto começou a Primeira Guerra Mundial. Nesterov passou a chefiar o destacamento de aviação responsável pelo reconhecimento aéreo na Frente Sudoeste. As suas ousadas incursões enfureciam os austríacos. Pela cabeça do staff-captain Nesterov era oferecida uma grande recompensa. Nesterov morreu na sequência de um combate aéreo em que abalroou deliberadamente um avião inimigo. O cavaleiro da Legião de Honra Adolphe Pégoud também morreu em combate aéreo na Primeira Guerra Mundial. Por ironia do destino, ele foi abatido por um piloto alemão que por ele tinha sido ensinado a pilotar um aeroplano. Ainda antes do início da guerra, em maio de 1914, Pégoud esteve na Rússia. No seu voo de exibição sobre o aeródromo de Moscou, o "rei do ar" francês apresentou uma série de figuras surpreendentes, entre as quais o famoso "loop vertical". Pégoud nessa ocasião se tornou amigo de Nesterov, eles participaram juntos em palestras no Instituto Politécnico de Moscou, onde ele reconheceu a precedência do aviador russo.

fonte/VozDaRussia

Nenhum comentário:

EM HOMENAGEM AOS 48 ANOS DA EMBRAER, PILOTOS FAZEM VOO COM TRAÇADO EM FORMA DO LOGOTIPO DA EMPRESA NOS EUA

No aniversário de 48 anos da Embraer, pilotos que faziam um voo teste nos Estados Unidos fizeram uma homenagem traçando no céu a logom...