Pular para o conteúdo principal

QUEDA DE AVIÃO MATA PILOTO E COPILOTO

Piloto Cauan Zuccoli Michelino, e o co-piloto, Fernando Bondezan Moreira morreram ontem na queda de um avião monomotor anfíbio de prefixo PPX-LR. A aeronave decolou do aeroporto local, às 15h26, com destino a Jundiaí. Cerca de três quilômetros depois, considerada a distância da cabeceira da pista até a rua Belmiro Moreira Soares, no Jardim São Guilherme, local do acidente, apresentou pane e começou, conforme relato de testemunhas, a rodopiar.

O aparelho bateu a asa numa casa antes de atingir o solo. A explosão fez com que o fogo em pouco tempo consumisse o aparelho e atingisse o imóvel, além de romper a fiação de energia elétrica. O piloto Cauan Michelino e o copiloto Fernando Bondezan morreram carbonizados. Em nota, o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) informou que as causas do acidente serão investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa). Já a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou comunicado no qual esclarece que o avião envolvido no acidente era uma aeronave experimental. Ainda de acordo com a FAB, aviões deste tipo não precisam passar por investigação após acidentes, mas o órgão não descarta a possibilidade.

O monomotor de fabricação norte americana passou por manutenção numa das oficinas instaladas no aeroporto de Sorocaba. O barulho da explosão e o risco de propagação das chamas geraram pânico entre os moradores. Alguns deles, usaram mangueiras para debelar o fogo que se espalhava pela rua em razão do vazamento de querosene combustível. A casa atingida foi interditada pela Defesa Civil por medida de segurança. Outra também sofreu avarias, mas em proporção menor.

fonte/JornalCruzeiroDoSul/Foto: João Alfredo Kretzschmar)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA