sexta-feira, 10 de maio de 2013

POLÍCIA FEDERAL FLAGRA POUSO DE AVIÃO COM 424 KG DE DROGA NO PANTANAL DE MATO GROSSO


Imagens captadas por agentes da Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (9) durante apreensão de pasta-base de cocaína na região do Pantanal mato-grossense mostram o nível de organização das quadrilhas especializadas no narcotráfico entre Bolívia e Brasil. Flagrados em vídeo, homens posteriormente presos por tráfico de drogas conseguiram descarregar 424 quilos de droga de um monomotor numa fazenda próxima à rodovia Transpantaneira, em Poconé (a 104 km de Cuiabá), em menos de um minuto.

No final de abril, a PF recebeu denúncias anônimas dando conta de movimentações anormais em pistas de pouso clandestinas localizadas dentro de fazendas próximas à Transpantaneira (rodovia estadual MT-060). Agentes federais passaram a conversar com pessoas das proximidades e a monitorar a área, explicou o superintendente em exercício da Polícia Federal, Edivaldo Waldemar Genova.

Desta forma, os policiais descobriram que estava marcada a aterrissagem nesta última quinta-feira de uma aeronave com uma quantidade de droga oriunda da Bolívia a ser distribuída no mercado ilícito, provavelmente com destino ao sudeste do país. A equipe se posicionou para flagrar o momento da chegada do monomotor, para acompanhar o descarregamento da droga e para, em seguida, prender os envolvidos. O nome da fazenda onde a ação se desenrolou não foi divulgado para preservar as investigações.

Descarregamento
A PF destacou a destreza com que o piloto do monomotor conseguiu, logo após a aterrissagem, realizar as manobras com rapidez. Após percorrer a pista de pouso, as imagens mostram o piloto virando a aeronave, em nova posição de decolagem, e ele logo aciona o motor novamente.

Pela rapidez, as imagens sugerem que a ação do grupo foi ensaiada. Não se passa nem um minuto, segundo a PF, entre o momento em que a aeronave se posiciona e a nova decolagem. Neste ínterim, cinco integrantes da quadrilha providenciam o descarregamento e a preparação para retirar a droga da fazenda, parte da operação que acabou frustrada pela polícia.

Uma deles estaciona uma caminhonete de ré ao lado da aeronave. Enquanto isso, os outros quatro abrem o monomotor e retiram deles 14 fardos de sacos plásticos com tabletes de pasta-base. Eles nem se importam com a hélice do monomotor, que já entra em atividade. Após a retirada dos fardos, o monomotor inicia a decolagem e nem usa toda a extensão da pista para levantar vôo, escapando da ação policial que logo se deflagraria.

A caminhonete, então, é preparada para partir e um outro integrante do grupo busca um carro de passeio de dentro da mata para servir de “batedor”. Segundo a polícia, o carro seguiria o trajeto na frente da caminhonete a fim de avisar os portadores da droga caso houvesse alguma barreira policial até o destino.


Investigações
De acordo com o superintendente da PF, após o flagrante a quadrilha foi presa. O motorista que estava como batedor conseguiu escapar com o carro, restando apenas três traficantes presos por tráfico internacional de entorpecentes. O que dirigia a caminhonete também foi indiciado por porte ilegal de arma (um revólver foi encontrado dentro da caminhonete).

A investigação ainda está em sua fase inicial. De posse dos números de prefixo da aeronave e das placas dos carros envolvidos, agora a polícia investiga quem contratou o grupo para descarregamento da droga. As fichas criminais dos três presos também estão sendo levantadas.

Dois confessaram terem sido contratados para descarregar a droga. O terceiro afirmou que havia sido contratado para receber uma carga de armamentos, não de drogas. Todos foram encaminhados à Penitenciária Central do Estado, antigamente conhecida como Presídio do Pascoal Ramos, em Cuiabá.

fonte/G1 /foto/PFDivulgação

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...