quarta-feira, 27 de março de 2013

CÂMARA FLEXIBILIZA LEI DOS HELIPONTOS E REVOLTA MORADORES DE SÃO PAULO

Parado na Câmara Municipal desde 2011, o projeto de lei que flexibiliza as regras para instalação de helipontos em São Paulo foi aprovado na noite desta terça-feira. O texto reduz em cem metros a distância mínima entre os locais de pouso, assim como de escolas e hospitais. Esse limite passará de 300 para 200 metros de cada lado. De autoria do vereador Milton Leite (DEM), a proposta também libera a licença de cerca de 60 endereços hoje irregulares. As alterações atendem à demanda do setor de táxi aéreo, que considera as normas criadas em 2009, pela então gestão Gilberto Kassab (PSD), muito rígidas.  As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Associações de moradores - sobretudo da região da Lapa, na zona oeste da capital, bastante afetada pela poluição sonora de helicópteros - receberam a notícia com espanto. "É um absurdo terem votado na calada da noite. Estivemos em audiência pública com o setor e ficou acordado que a questão da distância entre os helipontos deveria ser melhor discutida", diz Maria Laura Fogaça Zei, presidente da Associação de Amigos e Moradores pela Preservação do Alto da Lapa e Bela Aliança (Assampalba). "Vamos tentar fazer um abaixo-assinado com outras entidades da região e levar ao Ministério Público."

fonte/Terra

Nenhum comentário:

EM HOMENAGEM AOS 48 ANOS DA EMBRAER, PILOTOS FAZEM VOO COM TRAÇADO EM FORMA DO LOGOTIPO DA EMPRESA NOS EUA

No aniversário de 48 anos da Embraer, pilotos que faziam um voo teste nos Estados Unidos fizeram uma homenagem traçando no céu a logom...