Pular para o conteúdo principal

PASSAGEIROS CAUSAM TUMULTO EM CUMBICA APÓS CANCELAMENTO DE VOO


Passageiros de um voo da Alitalia, com destino à Roma (Itália), provocaram um tumulto no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (na Grande São Paulo) na tarde desta quinta-feira (11). O grupo pedia providências da empresa após o cancelamento do voo AZ-675 marcado para decolar às 15h de ontem.

O Boeing 777, com cerca de 400 passageiros, precisou retornar ao aeroporto logo após a decolagem. Segundo a companhia aérea, a aeronave teve um aumento de temperatura nos motores acima do normal, o que impossibilitou o término da viagem. Como a empresa não tem sede no Brasil, foi solicitado o envio de novas peças da Itália, o que adiou o novo embarque por ao menos um dia. 

A Alitalia afirmou que todos os passageiros foram acomodados em hotéis da região até que consiga a empresa consiga realocar o grupo em outros voos. 

O voo programado para esta quinta-feira decolou com cerca de uma hora de atrasado. Alguns passageiros do voo cancelado tentaram embarcar e provocaram um tumulto. 

Segundo a Alitalia, parte dos passageiros embarcou no voo desta tarde. Um grupo de aproximadamente 200 passageiros ainda não conseguiram prosseguir viagem.A previsão é que os todos embarquem na madrugada desta sexta-feira (12). 

Em nota, a companhia informou que lamenta "profundamente o inconveniente vivido em tal circunstância" e disse que vai entrar em contato com os passageiros para pedir "desculpas e oferecer-lhes um gesto de atenção." A empresa não informou se os passageiros causaram algum dano material no aeroporto. 

fonte/FolhaSP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA