segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

TAM REGISTRA PREJUÍZO DE R$ 335,1 MILHÕES EM 2011


A companhia aérea tam registrou prejuízo de R$ 335,1 milhões em todo o ano de 2011, sobre lucro de R$ 637,4 milhões em 2010, de acordo com divulgação desta segunda-feira (13). No quarto trimestre, o lucro líquido foi de R$ 95,5 milhões, queda sobre os R$ 150,1 milhões registrado no mesmo período de 2010.

“A forte apreciação do dólar durante o segundo semestre, que chegou a R$ 1,88 no final de 2011, causou o maior impacto na última linha do balanço”, diz a empresa, em comunicado.

Em 2011, na comparação com 2010, a TAM registrou elevação de 21,3% nos gastos com combustível e de 10,1% no volume consumido, diz comunicado. "Impactaram ainda o resultado final o aumento de 11,9% nos custos com tarifas de decolagem, pouso e navegação e de 15,8% com pessoal, em razão do crescimento de 5,6% do número de funcionários e do reajuste salarial de 8,75% aplicado a partir de dezembro de 2010", diz a companhia aérea.

A empresa encerrou 2011 com lucro operacional (Ebit) de R$ 997,1 milhões, estável em relação ao ano anterior, e margem de 7,5%. No quarto trimestre, o Ebit foi de R$ 297,9 milhões, crescimento de 36,5% na comparação com o mesmo período de 2010.

A receita bruta  em 2011 foi de R$ 13,5 bilhões, 15% maior que a de 2010. No último trimestre, a receita bruta chegou a R$ 3,7, alta de 12% em relação ao resultado registrado nos últimos três meses do ano anterior.
 
Passageiros
Em 2011, a TAM transportou mais de 37,7 milhões passageiros, superando em 9,1% o volume registrado no ano anterior.

Na operação doméstica, o avanço foi de 8,8% no número de clientes, para 31,9 milhões, e a taxa de ocupação ficou em 68,7%. Em rotas para o exterior, a companhia obteve aumento de 10,6% na quantidade de passageiros transportados, para 5,8 milhões, e encerrou o ano com taxa de ocupação (load factor) de 81,4%, o melhor de sua história.

Para este ano, no mercado doméstico, a companhia estima que volume de RPK (passageiro por quilômetro percorrido) deve avançar de 8% a 11%, enquanto o crescimento do ASK (assento disponível por quilômetro) da TAM deve ser entre zero e 2%. Nas rotas para o exterior, a oferta de assentos da empresa deve crescer entre 1% e 3%, estima.

O yield (preço unitário pago por passageiro por quilômetro voado) geral da TAM teve variação de 2,5% no ano passado. Somente no quarto trimestre, a recuperação foi de 8,9%.
 
LatamCom relação à fusão com a chilena LAN, a TAM disse que ambas as empresas já receberam todas as aprovações de órgãos de defesa da livre concorrência para a criação da Latam.

"Atualmente, as empresas prosseguem com os trabalhos técnicos e preparatórios de integração, com auxílio de consultorias internacionais. Enquanto isso, aguardam a decisão da Suprema Corte do Chile, que analisará os recursos apresentados pelas companhia contra três restrições impostas à criação da Latam pelo Tribunal de Livre Concorrência do Chile (TDLC)", diz comunicado.

fonte/G1

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...