Pular para o conteúdo principal

ATUALIZADO - MONOMOTOR CAI EM PASSO FUNDO


Queda de aeronave mata dois tripulantes em Espumoso Divulgação/Brigada Militar
Foto: Divulgação / Brigada Militar
 Um avião monomotor, modelo EMB-711 Corisco, sofreu um grave acidente ao final da manhã desta terça-feira, 25/10, causando a morte do piloto e do diretor executivo do Grupo Cielo, Joduciel Roberto Kolberg, de 33 anos. Após reabastecimento em Espumoso, o avião decolou e, logo em seguida, acabou caindo e provocando um choque violento com o solo. O avião tinha como base Passo Fundo, pois pertence à empresa Cielo. Em consequência do acidente morreu o piloto Diego Bohrer e um passageiro, provavelmente da própria empresa Cielo. Não há informações sobre as causas da queda, fator que depende de análises e investigações. O Comandante Diego era piloto comercial com IFR e instrutor de voo. No próximo dia 12 de novembro ele completaria 35 anos de idade,  deixa a esposa e um filho.

fonte/ONacional
A queda de um avião monomotor matou duas pessoas por volta das 11h desta terça-feira em Espumoso, no norte do Rio Grande do Sul. De acordo com as primeiras informações, a aeronave, que é particular, caiu logo após decolar no Aeroporto Municipal de Passo Fundo. Conforme apurou a Rádio Gaúcha, as vítimas ainda não foram identificadas. 

Segundo o Aeroclube de Espumoso, o monomotor caiu cerca de 300 metros depois da cabeceira da pista. Haviam apenas duas pessoas na aeronave. 

As informações iniciais indicam que o avião estava com excesso de carga e a decolagem ocorreu com vento de cauda, o que não é indicado nessas situações. A estrutura estava carregada de vodca. 

Uma equipe da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está se deslocando para local. A Brigada Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão atendendo a ocorrência. Segundo informações do Aeroclube, o avião não chegou a explodir, mas ficou completamente destruído.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA