terça-feira, 25 de outubro de 2016

ATUALIZADO - MONOMOTOR CAI EM PASSO FUNDO


Queda de aeronave mata dois tripulantes em Espumoso Divulgação/Brigada Militar
Foto: Divulgação / Brigada Militar
 Um avião monomotor, modelo EMB-711 Corisco, sofreu um grave acidente ao final da manhã desta terça-feira, 25/10, causando a morte do piloto e do diretor executivo do Grupo Cielo, Joduciel Roberto Kolberg, de 33 anos. Após reabastecimento em Espumoso, o avião decolou e, logo em seguida, acabou caindo e provocando um choque violento com o solo. O avião tinha como base Passo Fundo, pois pertence à empresa Cielo. Em consequência do acidente morreu o piloto Diego Bohrer e um passageiro, provavelmente da própria empresa Cielo. Não há informações sobre as causas da queda, fator que depende de análises e investigações. O Comandante Diego era piloto comercial com IFR e instrutor de voo. No próximo dia 12 de novembro ele completaria 35 anos de idade,  deixa a esposa e um filho.

fonte/ONacional
A queda de um avião monomotor matou duas pessoas por volta das 11h desta terça-feira em Espumoso, no norte do Rio Grande do Sul. De acordo com as primeiras informações, a aeronave, que é particular, caiu logo após decolar no Aeroporto Municipal de Passo Fundo. Conforme apurou a Rádio Gaúcha, as vítimas ainda não foram identificadas. 

Segundo o Aeroclube de Espumoso, o monomotor caiu cerca de 300 metros depois da cabeceira da pista. Haviam apenas duas pessoas na aeronave. 

As informações iniciais indicam que o avião estava com excesso de carga e a decolagem ocorreu com vento de cauda, o que não é indicado nessas situações. A estrutura estava carregada de vodca. 

Uma equipe da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está se deslocando para local. A Brigada Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão atendendo a ocorrência. Segundo informações do Aeroclube, o avião não chegou a explodir, mas ficou completamente destruído.

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...