TRIPULANTES DA AIR EUROPA ALERTAM RISCOS DA ESCALA EM CARACAS, VENEZUELA

Aero Caracas aerial_view 900px


Os tripulantes de cabina da companhia espanhola Air Europa estão preocupados com os problemas de segurança que afetam presentemente o dia-a-dia na Venezuela.

Numa comunicação que enviaram à Administração da companhia aérea, através da Comissão de Trabalhadores da empresa, os comissários de bordo alertam os responsáveis da Air Europa para algumas situações que podem, até, colocar a sua integridade física em causa.

“Dadas as restrições de artigos de primeira necessidade (segundo dados internacionais da Organização Mundial de Saúde a quebra no abastecimento do país, como já devem saber, ascende a 82%) é muito provável que os hotéis e estabelecimentos públicos podem converter-se em alvo de assaltos, provocados pela dura situação reinante”, assinalam os trabalhadores na sua missiva.

Os tripulantes de cabina temem que a situação piore nos próximos dias e, por isso, querem que a Air Europa os informe sem mais demoras do plano que a companhia preparou, assim como dos protocolos que devem seguir, no caso da situação se tornar mais extrema. “No caso do Governo e organismos competentes desaconselharem viagens para Venezuela, gostaríamos de saber que medidas irão ser tomadas em relação à linha Madrid-Caracas”, solicitam os tripulantes da Air Europa.

Embora estejam ainda à espera de receber uma informação da companhia, os tripulantes consideram que os voos a partir de agora deveriam ter a denominação de ‘voos humanitários’ dada a situação de limite que atravessa a Venezuela.

A Air Europa continua a operar a rota Madrid-Caracas, não obstante o dinheiro que tem retido no país desde há vários anos e que não pode repatriar face à impossibilidade de trocar bolívares por dólares, uma situação que também afeta outras companhias, nomeadamente a também espanhola Iberia e a portuguesa TAP.

Nas últimas semanas a Lufthansa e a LATAM Airlines anunciaram que deixarão de voar para Caracas neste Verão IATA. Nesta semana, a Iberia e a Delta Air Lines deram indicações de que estão a considerar a hipótese de também suspenderem as operações para Caracas nas próximas semanas.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas