Pular para o conteúdo principal

PILOTO PORTUGUÊS MORRE EM VOO DE PARAPENTE NO INTERIOR DO CEARÁ


 
piloto portugues joão ferreira da silva (Foto: olímpia fernandes) 
João Ferreira da Silva viajava com frequência a
Quixadá para praticar voo livre
(Foto: Olímpia Fernandes)
 
Um piloto português morreu ao cair durante um voo de parapente em Quixadá, no sertão cearense, por volta das 13 horas do sábado (15). De acordo com a delegacia de Polícia Civil da cidade, o corpo está na perícia forense da cidade de Quixeramobim.

João Ferreira da Silva decolou da rampa da Serra do Juá, no distrito de Juatama, voou cerca de 5 km, quando o equipamento se fechou e ele colidiu de frente com uma rocha, na comunidade de Ouro Preto, no mesmo distrito, segundo o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central, Artemir Júnior. Um outro piloto que voava no mesmo momento relatou que viu o equipamento de João Ferreira fechado e avisou via rádio que o reserva precisava ser acionado, mas o português colidiu com a rocha.  O corpo foi resgatado pelos Bombeiros. 
  
Em nota, a associação informou que as causas do acidente ainda precisam ser investigadas. "É com muita tristeza que comunicamos o falecimento do nosso amigo João Ferreira da Silva, natural de Portugal mas adotado pela capital cearense há muitos anos. O mesmo veio a falecer após um acidente em um voo de cross de parapente (voo de longa distância realizado apenas por pilotos experientes). É necessário um estudo técnico para informar as causas do acidente", diz a nota. 
 
João Ferreira tinha 39 anos e era engenheiro civil. Casado, natural de Lisboa, morava em Fortaleza desde 2010. Segundo a associação, ele voava há cinco anos e conhecia várias rampas no Brasil e no Mundo. Visitante frequente de Quixadá, em 14 de julho, o piloto, decolando da mesma rampa, bateu o recorde pessoal voando 120 km.

João Ferreira, com crianças da região  (Foto: Facebook/Reprodução) 
O piloto com crianças da região
(Foto: Facebook/Reprodução)

A cidade de Quixadá, a cerca de 150 km de Fortaleza, é considerada a 'Havaí dos ventos'. Com duas rampas de decolagem, Serra do Juá e do Santuário, recebe turistas de várias partes do mundo para a prática de voo livre, principalmente, entre outubro e dezembro, na temporada de bons ventos. Os pilotos voam, em média, 400 km, segundo Artemir Júnior. A rampa do Juá foi inuagurada há cerca de quatro meses.

Aracati
Em 18 de janeiro, dois turistas e um piloto de parapente caíram durante um voo e se machucaram na Praia de Canoa Quebrada, no litoral do Ceará. Os passageiros, pai e filha, eram turistas de São Paulo, que faziam o primeiro voo de parapente.

Carlos Oliveira, 61 anos, teve arranhões nas pernas e sofreu uma pancada na cabeça. Talita Aparecida, 26 anos, sofreu arranhões nas pernas e nos braços e hematomas na coluna. Os dois receberam atendimentos e passam bem. O piloto sofreu apenas ferimentos leves.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o vento estava forte no momento do acidente e mudava de direção com frequência. Uma rajada fez com que o piloto perdesse o controle e tombasse sobre as falésias da praia.

fonte/foto/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA