Pular para o conteúdo principal

EMBRAER EMITE TÍTULOS PARA CAPTAR US$ 1 BILHÃO NA BOLSA DE NOVA YORK


Funcionários da Embraer trabalham em linha de produção de jatos executivos. Foto: Claudio Vieira Funcionários da Embraer trabalham em linha de produção de jatos executivos. Foto: Claudio Vieira


A Embraer emitiu títulos de dívida (bônus) com vencimento em 2025 para captar US$ 1 bilhão no mercado e saldar dívidas e aplicar em fins corporativos, como capital de giro.
Os bônus foram emitidos anteontem pela subsidiária da fabricante, a Embraer Netherlands Finance B.V, sediada na Holanda.
Os compradores dos títulos terão taxa de juros de 5,050% ao ano a ser paga semestralmente, segundo a empresa. Os bônus vencem em 15 de junho de 2025.
A oferta foi feita na Bolsa de Valores de Nova York, nos Estados Unidos, e coordenada pelos bancos Citigroup e Morgan Stanley.
Não houve venda dos títulos para o Brasil.
“As Notas (bônus) serão total e incondicionalmente garantidas pela Embraer”, informou a companhia, em nota. “A Embraer utilizará uma porção dos recursos líquidos para o pagamento de dívidas e o restante para fins corporativos em geral”, completou a fabricante, que tem sede em São José.

Recursos. A emissão de títulos de dívida para captação de recursos é um movimento normal que grandes empresas fazem no mercado internacional. A taxa de juros que se paga nessas transações é sinal da confiança que o mercado tem na solidez da empresa. Quanto menor, melhor o grau de credibilidade na companhia.
No caso da Embraer, a taxa foi considerada positiva para a operação de oferta de bônus, trazendo vantagens financeiras para a companhia, que poderá usar o dinheiro captado para pagar dívidas com vencimento mais próximo.
A última oferta de títulos de dívida feita pela Embraer havia sido em junho de 2012, com vencimento em 10 anos, pagando juros de 5,15% ao ano em emissão de US$ 500 milhões.

Prejuízo. A operação ocorre cerca de um mês depois de anúncio de que a fabricante de aviões fechou o primeiro trimestre deste ano com prejuízo atribuído aos acionistas de R$ 196,1 milhões, depois de registrar lucro de R$ 241,9 milhões nos três meses anteriores.
Segundo a Embraer, o resultado negativo foi impactado por despesa de imposto de renda mais elevada no começo deste ano, de R$ 350,9 milhões, provocada pelo efeito da variação do câmbio.
Excetuando as despesas com imposto de renda e contribuições sociais, o chamado “lucro líquido ajustado”, a Embraer registrou R$ 131,2 milhões no período, recuo de 10,99% ante 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA