TRABALHADORES DE TERRA DA TAP EM MARCHA SILENCIOSA CONTRA GREVE DE PILOTOS

“É muito importante que o Sindicato dos Pilotos perceba que existem rostos para além do seu pequeno mundo, que estão em completo desacordo com tamanha insensatez”, escreve o trabalhador da TAP Fernando Santos numa mensagem que hoje, terça-feira, dia 28 de Abril, mandou aos seus colegas que trabalham no edifício sede da companhia aérea portuguesa, no Aeroporto de Lisboa, em que os convida a participar numa marcha silenciosa e concentração, marcada para amanhã, dia 29 de Abril.
Segundo a convocação enviada aos trabalhadores de terra da TAP a iniciativa decorrerá da seguinte forma:
  • 12:00 – Concentração junto à portaria do reduto TAP;
  • 12:30 – Saída do reduto TAP e início da marcha em direção à rotunda das chegadas, seguindo até à rotunda das partidas e até ao Terminal de Tripulações TAP;
  • 12:45 – Concentração junto do Terminal de Tripulações TAP;
  • 13:00 – Fim da concentração.

Fernando Santos, responsável pela programação dos voos da TAP para África, tem estado em foco nos últimos dias, depois de se ter assumido pessoalmente como autor de uma carta que enviou aos seus colegas pilotos da companhia aérea, procurando demovê-los da greve de 10 dias que está marcada para decorrer entre os dias 1 e 10 do próximo mês de Maio.
Fazendo eco da opinião do que diz ser a grande maioria dos trabalhadores da companhia, alerta que a paralisação não está a colocar apenas em causa o futuro da TAP – com prejuízos estimados de 70 milhões de euros – mas também as famílias dos 10.800 funcionários do grupo. "Existe empresa para além de vós", recorda ao SPAC.
Caso a greve avance, os trabalhadores do grupo TAP ponderam um outro movimento de contestação no Aeroporto de Lisboa, para a qual convidarão todos os portugueses.
fonte/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas