Pular para o conteúdo principal

MOTORES LEAP ATRASAM BOEING 737 MAX

Motor-CFM-LEAP-1A

A CFM, construtor do motor LEAP-1B, admitiu que o propulsor que equipará o B737 MAX enfrenta uma quebra significativa de 4 a 5% consumo específico de combustível, enquanto o LEAP-1A, para o Airbus A320neo apresenta um défice mais reduzido de 2%. A notícia surge numa fase em que a linha de motores PW1X00G, da concorrente Pratt & Whitney, estão a corresponder a todas as especificações anunciadas, nomeadamente, o PW1100G, o motor alternativo para os clientes dos A320neo.

O LEAP-1A está a um ano da sua entrada ao serviço e ganhou a maioria das ordens firmes de compra de motores para o A320neo, com uma quota de mercado de 55,2%, em 1211 aviões, contra 983 aparelhos dotados com o PW1100G. No entanto, 40% dos aviões encomendados ainda não fizeram uma seleção de motores. Logo, existe uma significativa proporção de ordens para conquistar e a P&W anunciou a introdução de um pacote de melhoria de performance (PiP – performance improvement package), de 2019 em diante, que reduzirá o consumo específico de combustível num adicional de 3%.

Mesmo assim, a CFM ainda apresenta diversas vantagens, incluindo a boa memória dos seus motores CFM56-5 na família de aviões A320ceo. O CFM56 oferece baixos custos de manutenção e uma fiabilidade superior face aos motores International Aero Engines IAE V2500, pelo que a expectativa dos clientes relativamente ao LEAP-1A poderá manter estes motores na corrida. Na prática, a seleção de motores é raramente feita exclusivamente com base no consumo de combustível, pelo que um déficit de 1 a 2% não impossibilita que o mesmo seja ultrapassado por outros fatores, como o preço, os custos de manutenção e as ofertas aftermarket.

Do lado da Boeing, o problema é mais complicado. Embora a CFM ainda tenha alguma margem até à entrada ao serviço do motor, em 2017, um déficit de 5% no consumo específico de combustível é difícil de ultrapassar no imediato e irá requerer múltiplos PiP até ser totalmente vencido. Além de prejudicar a própria CFM, esta situação também poderá afetar as vendas da Boeing, cujas encomendas do 737 MAX 9 estão atrás dos Airbus A321neo (com 47% do total de ordens). Já o 737 MAX 8 é superior ao A320neo em custos de assento por milha.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA