quarta-feira, 8 de abril de 2015

GREVE DOS CONTROLADORES AÉREOS FRANCESES CANCELAM 40% DOS VOOS

A autoridade francesa da aviação civil ‘solicitou’ às companhias aéreas que anulem preventivamente 40% dos seus voos de/para aeroportos do país programados para HOJE, quarta-feira, dia 8 de Abril, devido à greve convocada pelo maior sindicato de controladores aéreos (SNCTA).

A informação da Direção Geral de Aviação Civil de França (DGAC) reproduzida pela imprensa francesa começa por assinalar que poderão ocorrer “perturbações” a nível nacional devido à greve, acrescentando que nesse sentido solicitou às companhias a redução em 40% do seu programa de voos e que apela para os passageiros se informarem antecipadamente junto das companhias aéreas.

A DGAC acrescenta que ao fim da manhã de quarta-feira avançará com a expectativa do impacto da greve para a quinta-feira, segundo dia do primeiro de três períodos de greve anunciados pelo SNCTA.
No total o Sindicato Nacional dos Controladores de Tráfego Aéreo (SNCTA) marcou nove dias de greve, além desta quarta e quinta-feira, também nos dias 16 a 18, e, depois, de 29 de Abril a 2 de Maio.

O sindicato tinha inicialmente convocado greve para 24 de Março, mas suspendeu a ação na sequência do acidente aéreo com um A320 da Germanwings nos Alpes Franceses em que pereceram 150 passageiros e tripulantes.

A imprensa especializada francesa noticia que na sequência da suspensão da greve ocorreram negociações entre o SNCTA e a autoridade aeronáutica francesa que, no entanto, não conduziram a resultados satisfatórios na óptica do sindicato.

O sindicato contesta “a obstinação” das autoridades aeronáuticas franceses em não lhe concederem margem de negociação e diálogo, designadamente em matéria de abordagem das “mutações necessárias e desejáveis” para a sua atividade.

O sindicato diz que essa atitude conduziu o controlo de tráfego aéreo em França a um “déficit tecnológico sem igual na Europa”.

fonte/NewsAvia

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...