Pular para o conteúdo principal

ENCONTRADA CAUSA PROVÁVEL DO ACIDENTE DA AIR ALGERIE

Swiftair MD-83 EC-LTV_900

Os reguladores do setor da aviação deverão emitir novas recomendações na sequência das investigações do acidente com um avião da Air Algerie, no Mali, em Julho de 2014. O MD-83 perdeu o controlo depois de atingido por gelo, ao atravessar uma tempestade, estando o sistema de degelo desligado. De acordo com a agência francesa de investigação de acidentes na aviação, o Bureau d’Enquêtes et Analyses (BEA), que está ajudar o Mali a investigar este acidente, o MD-83 aparenta ter entrado em dificuldades depois dos sensores que medem a pressão na entrada dos motores terem ficado bloqueados com gelo. Quando o avião entrou numa tempestade, o piloto automático pensou que a potência era demasiado elevada e reduziu os motores abaixo do nível necessário para manter a velocidade de cruzeiro àquela altitude, dando início a uma cadeia de eventos que o fez perder o controlo do aparelho.


Swiftair  acidente 2 - Photo AFP

O trabalho dos investigadores foi prejudicado pelo facto do cockpit voice recorder (VCR), a “caixa negra” que registra os sons e as vozes na cabine, ter ficado danificado. Passaram meses a reconstruir os parâmetros dos motores a partir do gravador de dados do MD-83 operado pela empresa espanhola Swiftair. A análise dos dados indicia que a tripulação não ativou o sistema de degelo que protege os sensores de entrada de ar dos motores. À medida que descia em direção ao solo, o avião rolou subitamente para a esquerda e caiu quase a pique, matando 116 pessoas. Segundo o BEA, a “caixa negra” dos dados não fornece qualquer informação sobre a tomada de medidas por parte da tripulação para recuperar a entrada em perda do avião, mas a investigação continua e um relatório final é esperado em Dezembro.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA