ASSALTANTES LEVAM MONOMOTOR DE R$ 500.000,00

Um piloto e o copiloto de um avião avaliado em R$ 500 mil tiveram a aeronave roubada no aeroporto municipal de Cotriguaçu (920 km de Cuiabá). A dupla havia sido chamada para levar um suposto paciente para a Alta Floresta (800 km de Cuiabá), porém foram surpreendidos pelos assaltantes. 
 
De acordo com a Polícia Civil, os pilotos trabalhavam para uma empresa de táxi aéreo de Colniza (1.065 km de Cuiabá) que realizava o transporte de pacientes da região, há aproximadamente 30 anos. Porém, no último sábado (7), a dupla caiu em uma armadilha e tiveram o Cessna 210 de prefixo PT-KEO roubado.

Segundo a assessoria, os assaltantes entraram em contato com a empresa de táxi aéreo e disseram que o hospital precisaria transportar um paciente em estado gravíssimo para Alta Floresta.

Por conta disso, o piloto e o copiloto, saíram de Colniza e foram para até o local. Porém, ao pousarem no município foram rendidos por quatro assaltantes armados. A dupla foi amarrada e deixada em uma caminhonete S-10, preta, abandonada próximo ao aeroporto. A caminhonete havia sido roubada no município de Cáceres (250 km de Cuiabá) no último dia 13.

Os criminosos também jogaram os celulares das vítimas no meio do mato, rasgaram um dos pneus com uma faca, mas deixaram a picape com a chave na ignição para que as vítimas pudessem deixar o local isolado. Algumas horas depois, os pilotos conseguiram se soltar e pedir socorro.

Conforme a polícia, o aeroporto não conta com câmeras de segurança e nenhuma testemunha teria presenciado o assalto. O avião também não conta com nenhum dispositivo de rastreamento.

Os policias já colheram os depoimentos das vítimas e de uma enfermeira do hospital, que teria recebido um telefonema do piloto questionando sobre o risco do paciente. Na ocasião, ela não teria confirmado que havia um paciente para ser transportado. Apesar disso os pilotos decidiram ir até a cidade, já que o caso seria gravíssimo.

A investigação esta contando com a ajuda do Setor de Inteligência da Polícia Civil de Cuiabá. A principal suspeita da Polícia Civil é de que a aeronave tenha como destino a Bolívia para ser empregada por narcotraficantes. Ainda não há suspeitas dos autores da ação criminosa.

fonte/DiarrioDeCuiaba

Dados da aeronave via RAB

ATRÍCULA: PTKEO
 
 
Proprietário:
RIO CORRENTE AGRO PASTORIL LTDA - EPP
CPF/CGC:

Operador:
RIO CORRENTE AGRO PASTORIL LTDA - EPP
CPF/CGC:

 
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
182P
Número de Série:
18263366
Tipo ICAO :
C182
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1338 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
8364
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
300813


Data de Validade do CA:
07/05/16
Data de Validade da IAM:
290815
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 12/03/2015 07:32:14

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas