quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

CARLINHOS BUSCA APOIO PARA DINAMIZAR AEROPORTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS


Saguão do Aeroporto de São José após obra de ampliação. Foto: Claudio Vieira Saguão do Aeroporto de São José após obra de ampliação. Foto: Claudio Vieira


Discutir a situação do aeroporto de São José, ocioso desde a saída da Azul do terminal em dezembro último, esteve na lista de prioridades do prefeito Carlinhos Almeida (PT) em Brasília.
Ele reassume o comando da cidade hoje, após se reunir com ministros e participar da cerimônia de posse da presidente da Caixa, Miriam Belchior.

O encontro anteontem com o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, foi uma nova tentativa de atrair companhias aéreas para o aeroporto, que hoje só recebe voos particulares.
Embora tenha sido modernizado e ampliado, com investimentos na ordem de R$ 16,6 milhões, o aeroporto perdeu a única companhia que operava no local.

A Azul encerrou seus voos na cidade em 20 de dezembro último.

Hoje, o ministro Padilha se reúne com prefeitos de Santa Catarina para discutir a situação de seis aeroportos do estado.

Iniciativa. Empresários da região elogiaram a iniciativa do governo Carlinhos, mas destacaram que este deve ser apenas o início de uma batalha para atrair novas companhias aéreas para o terminal de São José.

“Que seja um start para um elenco de ações necessárias. Outras medidas são importantes. Mas esses encontros são interessantes, porque o governo federal comanda a Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] e pode fazer algo para ajudar”, afirmou Felipe Cury, presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial) de São José dos Campos.

O diretor da regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em São José, Almir Fernandes, aponta para a necessidade de incentivo às empresas.
“As companhias precisam ter incentivos para operarem em aeroportos menores. No início, os voos irão operar com menos passageiros”, disse Almir.

“Mas, a partir do momento em que são oferecidas vantagens aos usuários, com melhores ofertas de horários e preços, ele deixará de ir a Guarulhos ou a Campinas. Demanda, nossa região tem”, completou.

Números. Comparando os dados de 2013 e 2014, o número de pousos e decolagens em São José caiu de 16.133 para 14.990. Já a queda de passageiros foi ainda maior: enquanto passaram 160.229 pessoas no terminal em 2013, a frequência despencou para 85.648 no ano passado. Inclusive, foi esse um dos argumentos para a saída da Azul do local.
“Não dá para ter oferta de voo para o Rio de Janeiro só às 6h. O empresário precisa se deslocar para Brasília, por exemplo”, disse Felipe Cury.

Investimento
O terminal foi modernizado após obra que teve investimentos de R$ 16,6 milhões

Potencial
Mesmo fazendo parte do programa de incentivo à aviação regional do governo federal, o terminal ainda não mostrou seu potencial: 2015 começou sem operação de companhias aéreas no local

Pousos e decolagens
Comparando 2013 e 2014, o número de pousos e decolagens caiu de 16.133 para 14.990

Passageiros
Já a queda de passageiros foi ainda maior: enquanto passaram 160.229 pessoas no terminal em 2013, a frequência despencou para 85.648 no ano passado. Esse foi um dos argumentos para a saída da Azul



Terminal registra aumento nas exportações

São José dos Campos

O aeroporto de São José dos Campos registrou a movimentação de 106 toneladas de carga em janeiro deste ano, segundo Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).
No mesmo período do ano passado, foram 103 toneladas.
A diferença está no volume de importação e exportação.
Enquanto foram importadas 86 toneladas em janeiro de 2014, o primeiro mês deste ano registrou a importação de um total de 55 toneladas.
Em contrapartida, houve aumento no volume de exportação. De 17 toneladas em janeiro de 2014, subiu para 50,3 em janeiro deste ano.

Obras. O investimento de R$ 16,6 milhões contemplou a modernização e ampliação do terminal de 800 metros quadrados para cerca de 5.800 metros quadrados.
Com a saída da Azul, o que restou foi um terminal com potencialidade estratégica por sua localização privilegiada, entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

fonte/foto/Ovale

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...