Pular para o conteúdo principal

PRESIDENTE DA QATAR AIRWAYS "DISPARA" CONTRA COMPANHIAS EUROPÉIAS E SINDICATOS





As companhias aéreas da Europa, que se queixam  da concorrência das transportadoras do Golfo, são "ineficazes", afirmou  hoje, dia 19 de Novembro, o presidente da Qatar Airways, insurgindo-se contra a política protecionista  da União Europeia.
As companhias europeias "não param de gritar contra as três companhias  do Golfo", declarou Akhbar al-Baker em alusão à sua empresa, à Emirates  e à Ethiad, que estão em pleno crescimento.
"Há mercado suficiente (...) e elas são ineficazes", criticou.
Akhbar al-Baker, que falava num fórum sobre transporte aéreo, no Dubai,  considerou que os sindicatos estão na origem das dificuldades nas companhias  europeias numa altura em que as transportadoras do Golfo conseguem apropriar-se  de parte importante do mercado de voos intercontinentais entre países ocidentais,  a Ásia e a Austrália.
"Os sindicatos devem ser responsabilizados", afirmou.
A Air France-KLM e a Lufthansa registaram greves em Setembro e Outubro  que afectaram gravemente os passageiros e causaram prejuízos de milhões de  euros.
O presidente da Qatar Airways acusou ainda a União Europeia de ser bem  pior do que os Estados Unidos quando se trata de proteger as companhias  europeias.
"Temos problemas com a França, Alemanha e Holanda", declarou, apontando  em particular os dois primeiros países.
Transportadoras europeias como a Air-France-KLM e a Lufthansa têm criticado  e acusado as companhias do Golfo de serem subvencionadas pelos Estados.
fonte/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA