PRESIDENTE DA QATAR AIRWAYS "DISPARA" CONTRA COMPANHIAS EUROPÉIAS E SINDICATOS





As companhias aéreas da Europa, que se queixam  da concorrência das transportadoras do Golfo, são "ineficazes", afirmou  hoje, dia 19 de Novembro, o presidente da Qatar Airways, insurgindo-se contra a política protecionista  da União Europeia.
As companhias europeias "não param de gritar contra as três companhias  do Golfo", declarou Akhbar al-Baker em alusão à sua empresa, à Emirates  e à Ethiad, que estão em pleno crescimento.
"Há mercado suficiente (...) e elas são ineficazes", criticou.
Akhbar al-Baker, que falava num fórum sobre transporte aéreo, no Dubai,  considerou que os sindicatos estão na origem das dificuldades nas companhias  europeias numa altura em que as transportadoras do Golfo conseguem apropriar-se  de parte importante do mercado de voos intercontinentais entre países ocidentais,  a Ásia e a Austrália.
"Os sindicatos devem ser responsabilizados", afirmou.
A Air France-KLM e a Lufthansa registaram greves em Setembro e Outubro  que afectaram gravemente os passageiros e causaram prejuízos de milhões de  euros.
O presidente da Qatar Airways acusou ainda a União Europeia de ser bem  pior do que os Estados Unidos quando se trata de proteger as companhias  europeias.
"Temos problemas com a França, Alemanha e Holanda", declarou, apontando  em particular os dois primeiros países.
Transportadoras europeias como a Air-France-KLM e a Lufthansa têm criticado  e acusado as companhias do Golfo de serem subvencionadas pelos Estados.
fonte/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas