Pular para o conteúdo principal

MINISTRO LIBERA OPERAÇÃO DE AVIAÇÃO EXECUTIVA NO AEROVALE



O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco_Foto: Marcelo Caltabiano O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco_Foto: Marcelo Caltabiano

O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, assinou nesta segunda-feira a liberação do Aerovale  --empreendimento de propriedade privada, destinado às operações da aviação executiva.

O empreendimento está em fase avançada de construção e funcionará em uma área de mais de 2,5 milhões de metros quadrados, com módulos comerciais, hangares e heliporto. Segundo Rogério Penido, responsável pelo megaprojeto, a pista do aeroporto estará concluída em maio, quando terá condições de operação.

O empreendimento oferece ao todo 117 lotes aeronáuticos de até 13.500 metros quadrados, com acesso direto à pista -- que possui 1.550 metros, maior que a pista do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

A área deve receber empresas de manutenção de aeronaves, táxi aéreo, hangares, entre outros.  Também serão disponibilizados mais 188 lotes industriais e comerciais de até 15 mil metros quadrados que devem abrigar empresas de prestação de serviços, dentre elas restaurantes, bancos, hotéis e conveniências.

O empreendimento fica no bairro da Germana, entre as rodovias Presidente Dutra e Carvalho Pinto. 

fonte/foto/Ovale

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA