sexta-feira, 29 de março de 2013

SÓ UM AVIÃO COMBATE INCÊNDIO EM TAIM, RIO GRANDE DO SUL

O combate ao incêndio na Estação Ecológica do Taim, no sul do Estado, iniciado na terça-feira, ainda não teve evolução significativa. Apenas um dos dois aviões que deveriam atuar contra o fogo sobrevoou ontem a região. Sem um planejamento de pouso, não foi possível garantir segurança para a aterrissagem das unidades nas pistas próximas aos focos.

Assim, apenas 1,5 mil litros de água foram despejados em cada viagem, o que totalizou pouco mais de 20 mil litros sobre as chamas. Uma quantidade insuficiente para que a situação seja considerada sob controle.

As primeiras borrifadas só foram dadas por volta de 17h, quando os bombeiros já atuavam por terra, na parte norte do canal que divide a Estação. A ação foi considerada fundamental para conter o fogo e evitar que transpusesse a barreira, impedindo que o rastro se alastrasse. O perigo é que as chamas se estendessem para uma faixa duas vezes maior do que a atual, que já está estimada em 2 mil hectares.

— Se as chamas não romperem o canal durante a noite, poderemos avançar no sábado. Mas o canal preocupa. Caso passe do canal, podemos ter muitos problemas — afirma o chefe da Estação, Henrique Ilha, do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio).

Para hoje, a expectativa é que uma segunda aeronave, maior, com capacidade para 3 mil litros, entre em operação. Para isso, será necessária uma avaliação técnica das condições das pistas de pouso nas propriedades próximas à Estação. A previsão do ICMBio é que a atuação do segundo avião, combinada com a participação dos bombeiros, permita um combate mais intenso ao fogo.

— Estamos ainda aguardando que o técnico chegue aqui para verificar as condições para o trabalho — diz Ilha.

A outra alternativa será interromper o trânsito da rodovia Rio Grande-Santa Vitória do Palmar (BR-471) para a utilização da pista. Para isso, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) mantém uma equipe alerta durante 24 horas.

— Só aguardamos a orientação do ICMBio. Assim que eles precisarem, paramos o trânsito e damos as condições de pouso — disse o chefe da unidade de Rio Grande da PRF, Fabiano Goia.

Durante a madrugada, não foi necessária qualquer intervenção policial na rodovia, um dos principais acessos às praias uruguaias, destino de milhares de turistas gaúchos no feriadão. A fumaça foi levada para o outro sentido, deixando a visibilidade garantida.

fonte/foto/ZeroHora

Nenhum comentário:

EM HOMENAGEM AOS 48 ANOS DA EMBRAER, PILOTOS FAZEM VOO COM TRAÇADO EM FORMA DO LOGOTIPO DA EMPRESA NOS EUA

No aniversário de 48 anos da Embraer, pilotos que faziam um voo teste nos Estados Unidos fizeram uma homenagem traçando no céu a logom...