Pular para o conteúdo principal

POSSÍVEL TROCA DE PILOTO DE AVIÃO QUE CAIU EM ILHÉUS É INVESTIGADA PELA ANAC


A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) abriu processo administrativo  sobre uma suposta troca de piloto da aeronave, matrícula PT-RDG, que decolou de Ilhéus (BA) às 22h50 da última terça-feira (24), com destino à Brasília, e contra o piloto Amilcar de Carvalho Jacobina. O avião transportava o corpo de Cárita Souza Ramos, 61 anos, que  morreu afogada  em Porto Seguro (BA), e o marido dela.

O processo foi aberto contra Bruno de Sá Martins de Araújo, proprietário e operador da aeronave. A Agência vai apurar indícios de que a operação da aeronave aconteceu por piloto não qualificado e de realização de serviço aéreo público sem a devida autorização da ANAC.

A Anac, por meio do Sistema Decolagem Certa (DCerta), verificou  divergência entre o nome do piloto que recebeu autorização para o plano de voo da aeronave e os documentos localizados por equipe da FAB (Força Aérea Brasileira) às 6h55 desta manhã (26), quando também foram resgatados um corpo e destroços de urna funerária.

No plano de voo apresentado à Aeronáutica, o Código Anac informado foi o do piloto Amilcar de Carvalho Jacobina, entretanto, há indícios de que o voo tenha sido realizado pelo piloto Joas Cardoso Ribeiro, cuja habilitação, apesar de regular, era incompatível com o modelo de aeronave utilizado.

Ao final do processo, se constatadas as irregularidades, as sanções administrativas aplicadas pela Anac poderão ser multa, suspensão ou cassação de licenças e certificados emitidas pela agência ao piloto.

Nesta quarta-feira (26), o Comando da Aeronáutica informou que pedaços do bimotor, da urna funerária e um corpo foram encontrados em uma praia localizada a 17km do litoral norte de Ilhéus, próximo ao condomínio Joia do Atlântico.


fonte/R7

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA