Pular para o conteúdo principal

CONTROLADORES DE TERRA INICIAM GREVE DE 48 HORAS EM FRANKFURT

Os 200 controladores de terra do aeroporto internacional de Frankfurt, na alemanha, iniciaram nesta segunda-feira (20) uma greve de 48 horas, o que afetará - como aconteceu na semana passada - o tráfego do aeroporto.

O Sindicato de Segurança Aérea alemão (GdF) convocou a greve que durará das 5h (horário local, 2h em Brasília) de hoje até a mesma hora da quarta-feira (22), após ampliar na última hora as interrupções

A Fraport, empresa que gerencia o aeroporto de Frankfurt, comunicou que, apesar da greve, espera poder tramitar 70% dos 1.250 voos previstos para hoje com pessoal que recebeu formação rápida para controlar o movimento dos aviões após sua aterrissagem ou antes de decolar nas pistas ou terminais.

A greve afetará especialmente os voos nacionais e de médio alcance dentro da Europa, já que a Fraport garantiu que todos os voos intercontinentais voarão com normalidade.

A companhia aérea Lufthansa, a maior da Alemanha e da Europa, comunicou que para esta segunda-feira cancelou um total de 200 aterrissagens ou decolagens em Frankfurt.

O GdF entra em sua segunda semana de greve para exigir substanciais aumentos salariais e melhoras trabalhistas para seus 200 filiados em Frankfurt, cujos interrupções afetam os 20 mil funcionários do aeroporto e dezenas de milhares de passageiros.

fonte/EFE/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…