Pular para o conteúdo principal

CANCELAMENTO DE VOOS GERA CAOS NA COLÔMBIA

Bogotá, 16 fev (Prensa Latina) A empresa aérea Avianca cancelou nas últimas horas 47 voos na Colômbia, o que gerou lotação e caos em vários aeroportos do país e originou uma investigação para esclarecer os motivos, informaram hoje fontes do setor.


Diretores da Aeronáutica Civil confirmaram que cerca de quatro mil passageiros com destinos nacionais foram afetados entre ontem e hoje, ao mesmo tempo em que se registram notáveis atrasos em terminais aéreos como El Dourado, na capital do país.

Por este motivo a entidade anunciou uma profunda investigação para esclarecer os motivos dos cancelamentos, pois outras empresas operam com normalidade apesar das dificuldades que se apresentam no setor.

Entrementes, em um comunicado a Avianca atribuiu a demora a fatores externos, como as negociações salariais entre o governo e os controladores aéreos.

"A Avianca faz um apelo ao Governo Nacional e aos controladores aéreos, para que solucionem imediatamente esta situação, de modo que as operações voltem à normalidade", afirma o texto.

A empresa aérea também sustenta que a execução rotineira dos itinerários programados foi afetada, também, por uma combinação de fatores, como o fechamento temporário por nevoeiro do Dourado e limitações geradas pelas deficiências em infra-estrutura.

O impacto gerado por esta conjuntura, acrescenta o comunicado, reflete-se em demoras significativas na chegada e saída dos voos, especialmente naqueles com origem e/ou destino em Bogotá, Medelim, Cali, Cúcuta e Manizales.

fonte/FAB/Notimp

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…