Pular para o conteúdo principal

AERONAVE QUE SE ACIDENTOU EM SANTA CATARINA FAZIA MANOBRAS DE TREINAMENTO


O monomotor envolvido no acidente que ocorreu na segunda-feira, no Aeroclube de Santa Catarina, em São José, na Grande Florianópolis, fazia manobras de treinamento. A tripulação exercitava a técnica de arremeter a aeronave, quando, em determinado momento, bateu no chão. O monomotor se perdeu e foi em direção ao mato, onde parte da asa colidiu contra uma árvore.

Na aviação, o procedimento de arremetimento é utilizado durante o pouso. Se o piloto detectar algum obstáculo na pista, ainda no ar, o comandante cancela o pouso e faz a aeronave subir novamente. Foi após um exercício desses que a aeronave bateu, deixando duas pessoas feridas, sem gravidade, por volta das 18h.

De acordo com as informações preliminares obtidas pela equipe de reportagem no local, o instrutor Mateus Lozoti e o aluno Carlson Frany estavam na aeronave modelo Paulistinha P56R.

As vítimas foram socorridas pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel (Samu). O instrutor, que tem mais de 500 horas de voo, recebeu os primeiros socorros no local, foi encaminhado ao Hospital Regional de São José, onde ficou em observação. O aluno foi atendido no local e liberado. Carlson tem aproximadamente 30 horas de voo.

O presidente do aeroclube, Cézar Olsen, disse que não estava no local na hora do acidente, mas confirmou que ninguém se feriu gravemente. As circunstâncias do acidente serão investigadas pelo Centro Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Cenipa). Uma perícia será feita nesta terça-feira, às 8h, pelo tenente-coronel do Cenipa, Marcos Santos da Silva.

fonte/foto/ClicRBS-SC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…