quarta-feira, 23 de abril de 2014

EQUIPES DA FAB SAÍRAM PARA O LOCAL DA QUEDA DO BIMOTOR EM JACAREACANGA

Equipes da Aeronáutica saíram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (23) até o local onde foi encontrado o bimotor desaparecido há um mês no município de Jacareacanga (Pará).

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), os militares seguem a pé até o local, que é de difícil acesso.

Entre as pessoas que seguiram para o local próximo da vicinal do Jaburu, está um perito da Polícia Técnica do Pará. Também foi discutido como retirar o avião do pântano onde ele caiu, pois está somente com a cauda de fora. Há informação de que seria feita uma tentativa de içar, usando um helicóptero.

fonte.foto/TapajosEmFoco


Equipes da Aeronáutica saíram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (23) até o local onde foi encontrado o bimotor desaparecido há um mês no município de Jacareacanga. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), os militares seguem a pé até o local, que é de difícil acesso.suco detox
Entre as pessoas que seguiram para o local próximo da vicinal do Jaburu, está um perito da Polícia Técnica do Pará. Também foi discutido de que forma tentarão retirar o avião do pântano onde ele caiu, pois está somente com a cauda de fora. Há informação de que será feita uma tentativa de içar, usando um helicóptero. Equipes da Aeronáutica saíram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (23) até o local onde foi encontrado o bimotor desaparecido há um mês no município de Jacareacanga. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), os militares seguem a pé até o local, que é de difícil acesso.suco detox

AVIÃO BIMOTOR DESAPARECIDO NO PARÁ FOI ENCONTRADO, DIZ FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou na noite desta terça-feira (22) que o avião bimotor Beechcraf Baron, desaparecido desde o dia 18 de março, foi encontrado em um local de difícil acesso, próximo ao município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará. Devido às baixas condições de visibilidade, as equipes de busca da FAB só retornarão ao local na manhã desta quarta-feira (23) para concluir a operação de resgate. Ainda não há informações a respeito das vítimas.

O bimotor decolou do aeroporto de Itaituba às 11h40 do dia 18 de março e sumiu 1h20 depois de o piloto ter feito o último contato pelo rádio. Desde então, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizava buscas na região. Além das buscas aéreas, participaram voluntários, que incluem moradores de Jacareacanga, funcionários do Distrito Sanitário Indígena e indígenas da tribo Munduruku.

O Ministério da Saúde divulgou o nome das pessoas que estavam a bordo: as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima, além do piloto Luiz Feltrin.

Uma das passageiras chegou a mandar mensagens de celular avisando que o avião passava por problemas. No primeiro SMS, enviado às 12h47, a técnica em enfermagem Rayline Campos avisava o tio Rubélio Santos sobre o perigo que enfrentava. "Tio to em temporal e um motr parou avisa a mae q amo muit tods ...to aflita..to em pânico...se eu sair bem aviso...to perto do jkre...reza por nos...n avisa a tia ainda... (sic)", dizia a mensagem. No segundo torpedo, emitido às 12h48, a passageira pediu socorro. "O motor ta parando.socorro tio tio (sic)."

Um avião P-3 Orion, com capacidade de identificar metais, o mesmo modelo usado nas buscas pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines foi deslocado para ajudar nas buscas. Nesta terça-feira a Marinha confirmou que reforçaria as buscas pela aeronave, mas a equipe de 12 homens só chegaria no município de Jacareacanga nesta quarta.

De acordo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação da aeronave desaparecida, de matrícula PR-LMN, estava regular. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam em dia.

FONTE/G!

segunda-feira, 21 de abril de 2014

APÓS MORTE, CAMPEONATO DE PARAMOTOR É CANCELADO

fonte/foto/Folha da Região

Link

Após o registro de dois acidentes - um deles com morte -, os organizadores cancelaram a continuidade do Para Race - World Championship (Campeonato Mundial de Paramotor), que começou na última sexta-feira, em Araçatuba. A informação foi confirmada na noite deste domingo (20), após a morte do piloto Edson Luiz de Paulo, 52 anos. O campeonato tinha previsão de terminar nesta segunda-feira (21).
A vítima que morava em Osasco, na grande São Paulo, se chocou durante o voo com o piloto paraguaio Mário Benjamin Benites, 43 anos, que está internado num hospital particular da cidade com múltiplas fraturas. O acidente ocorreu por volta das 18h. Ambos foram socorridos por viaturas do Samu (Serviço Médico de Atendimento de Urgência), mas Edson morreu ao chegar à Santa Casa.

Conforme o delegado Rafael Prado Buosi, a Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar a causa do acidente. "Nossa linha de trabalho vai considerar as hipóteses de falha mecânica do equipamento, falha humana durante o voo e também o uso de equipamentos de segurança", afirmou.
A família de Edson estava presente no evento. A filha, um filho e a esposa presenciaram o acidente e estão em estado de choque. O corpo do piloto já está no IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba. Assim que for liberado, segue para Osasco (SP), onde será sepultado. A família não deu informações sobre horário do sepultamento.

MUITO RÁPIDO
Um policial militar que conversou com Benites durante o socorro, disse à Folha da Região que o piloto afirmou que tudo aconteceu muito rápido. Quando percebeu o risco, os dois já estavam em queda devido ao choque.

Um organizador do evento, que não quis ter o nome revelado, prestou depoimento há pouco na Central de Flagrantes da Polícia Civil. Ele não quis falar com a imprensa sobre o ocorrido.

OUTRO ACIDENTE
No sábado (19), depois de um competidor de Araçatuba cair de uma altura de 12 metros, enquanto realizava manobras com o equipamento de voo, os participantes já haviam adiado uma tentativa de quebrar o recorde mundial de equipamentos no ar ao mesmo tempo.

O campeonato era realizado em um campo aberto no final da rua Conde Zepelin, no Jardim Universo.



Colaboração de leitor - 20/04/2014
               
Um dos paramotores envolvidos na colisão; piloto afirmou a policial que tudo aconteceu muito rápido
Colaboração de leitor - 20/04/2014
               
Detalhe da hélice de um dos aparelhos; delegado não descarta falha mecânica ou humana

PILOTO DE PARAMOTOR MORRE APÓS ACIDENTE EM PROVA



Um piloto de paramotor morreu e outro ficou ferido neste domingo durante as provas do Campeonato Mundial de  Paramotor, que é realizado em Araçatuba, interior de São Paulo. Dois paramotores se chocaram a uma altura de aproximadamente 50 metros. A vela de um deles enroscou no outro aparelho e eles caíram.

O piloto Edson Luís de Paulo, de 45 anos, morador da capital paulista, chegou ser atendido pelas equipes de pronto-socorro, mas não resistiu. O piloto paraguaio Mário Benjamin, que conduzia o outro aparelho, sofreu fraturas na perna e braço, mas não corre risco de morte.
O acidente ocorreu quando um dos paramotores, que fazia a prova X-6, uma espécie de rali aéreo, se chocou com o outro paramotor, que fazia um voo panorâmico. Com o choque, as velas dos dois aparelhos perderam a estabilidade, causando a queda. “Eu vi a colisão entre os dois. Ambos fizeram uma curva em reverso, um para cada direção e após o choque eles caíram”, disse um dos expectadores da prova Marcelo Pelho.

Uma perícia apontará as reais causas do acidente. Organizada pelo Clube de Paramotores de Araçatuba, a competição teve início na sexta-feira e tinha encerramento previsto para esta segunda, mas os organizadores devem se reunir para definir se a competição continuará. Cerca de 150 pilotos de diversos países, como França, Espanha, Portugal, Argentina e Paraguai, além de várias regiões do Brasil, participam do encontro.

Outro acidente
No sábado, o piloto Diego Elias Carlos, caiu de uma altura de 12 metros quando tentava finalizar uma prova de slalon, sofrendo fraturas. Ele segue internado, mas não corre risco de morrer.

fonte/Terra

INCIDENTE COM AIRBUS A380 DA SINGAPORE AIRLINES

Um Airbus A380 -800 da Singapore Airlines , o registro 9V-SKB,  realizando o voo SQ-322 (programado para decolar em 18 de abril , decolou 19 abril ) de Singapura (Singapura ) para Londres Heathrow , PT (UK) , partiu com atraso de 2 horas em razão de manutenção em dois motores ( Trent 970 ).

Durante o procedimento de subida a o comandante parou a 10.000 pés e decidiu retornar a Cingapura devido à falha de dois sistemas de ar sangrado do motor e problemas resultantes no ar condicionado.  

A aeronave pousou com sobrepeso 30 minutos após a partida e o como resultado 8  pneus do trem de pouso principal estouraram.
A aeronave foi substituída pelo  Airbus A380 -800, matrícula 9V-SKE, e chegou em Londres com um atraso de 11,5 horas.
A companhia aérea relatou uma série de pneus esvaziados durante o pouso , quando a aeronave retornou a Cingapura devido a problemas de ar condicionado.
Os passageiros relataram que tinha após saída do gate e a partida do motor , dois motores não ligaram.  A equipe de manutenção trabalhou durante duas horas, e após a aeronave partiu, no entanto , o ar condicionado não funcionou . A aeronave retornou a Cingapura para um pouso difícil que resultou em vários pneus estourados.

fonte/AvHerald/foto/TarunShukla

ADOLESCENTE SOBREVIVE APÓS VIAGEM DE CINCO HORAS ATÉ O HAVAÍ EM TREM DE POUSO DE AVIÃO


Adolescente sobrevive após viagem de cinco horas até o Havaí em trem de pouso de avião Reprodução/Reprodução
 
Jornal Maui News destacou a história do jovem californiano Foto: Reprodução / Reprodução
 
Um adolescente de 16 anos sobreviveu a uma viagem aérea de cinco horas entre dois pontos nos Estados Unidos, San Jose, na Califórnia, e Maui, no Havaí, escondido no trem de pouso de um avião da Hawaiian Airlines. O fato aconteceu no domingo, e foi revelado pelo jornal havaiano Maui News.

O rapaz, não identificado, suportou uma temperatura mínima de -62°C, a 11 mil metros de altitude e em ar rarefeito. Quando a temperatura chegou a esse nível, o jovem perdeu a consciência. Depois do pouso, ele foi encontrado com vida, o que surpreendeu os agentes de segurança do aeroporto Kahului.
— O garoto tem sorte de estar vivo — disse o agente do FBI (a polícia federal americana) Tom Simon.

O jovem foi retirado do local e recolhido em uma ambulância. Ele teria fugido da família na Califórnia e deverá ser encaminhado a um serviço de proteção a crianças e adolescentes.
A rede britânica BBC fez uma contagem de casos semelhantes. Desde o início dos registros desse tipo, em 1947, 96 passageiros clandestinos teriam tentado embarcar em 85 voos. Do total, 73 teriam morrido e apenas 23 sobrevivido.

fonte/foto/ZERO HORA

VOO DE PLANADOR (ASK-21) EM IPUÃ


50 cent - PILOT


PODERIA FAZER LINDAS MINIATURAS DE AVIÕES...


sábado, 19 de abril de 2014

COMPANHIA AÉREA POSTA FOTO PORNOGRÁFICA EM RESPOSTA A CLIENTE

E AGORA JOSÉ....

Após cliente reclamar do "serviço pobre" prestado durante voo no Estados Unidos, US Airways responde com uma imagem nada agradável

O dia no Twitter está mais agitado que o normal para as companhias aéreas. Após a American Air Lines e a South West Air ganharem destaque por responder usuários que brincaram ser terroristas, a US AirWays está bombando na internet após publicar uma foto nada agradável. 

Tudo começou às 11h de hoje, com uma conversa rotineira entre a empresa e seus clientes. A usuária Elle (@ellenrafter) enviou uma mensagem ao twitter oficial da companhia (@USAirways) reclamando de atrasos no voo. "Infeliz porque o 1787 ficou uma hora na pista de CLT por causa de excesso de peso, resultando em um atraso de uma hora na chegada a PDX".  Elle referia ao Aeroporto Internacional de Charlotte/Douglas e Portland International Airport, ambos nos Estados Unidos.
Tweets enviado pela cliente @ElleRafter reclamando do serviço prestado pela US AirWays (Foto: Reprodução Twitter)
A companhia respondeu cordialmente: " @ellerafter Nós realmente não gostamos de atrasos também e pedidos desculpas por seu voo ter sido afetado". Elle replicou: "@USAirways é, vocês realmente parecem muito preocupados. Tão preocupados que, de fato, não quiseram responder meus outros tuítes".  Ellen referia-se à outros tuítes enviados juntos à sua primeira reclamação, afirmando que o "avião era velho" e que o "serviço foi fraco".

Ela ficou sem resposta até o meio da tarde de hoje, quando surpreendemente a US Airways publicou um tuíte para lá de desagradável. Apagada uma hora depois, a mensagem direcionada a Elle dizia: "Feedbacks são bem-vindos, Elle. Se sua viagem terminou, você pode detalhar como foi e enviar uma avaliação aqui". O link que se seguia, no entanto, não era de um site, mas uma foto pornográfica mostrando uma mulher pelada com um avião colocado nas suas partes íntimas.
Foto publicada pelo twitter da US AirWays direcionada a cliente na empresa (Foto: Reprodução Twitter @redban)
Apesar de ter apagado a mensagem, a foto viralizou no Twitter. Usuários não acreditavam que a companhia havia publicado aquilo - alguns ficaram irritados, outros aproveitaram o caso com bom humor. Às 16h26, a US AirWays desculpou-se oficialmente, em mensagem direcionada à todos os usuários: "Nós nos desculpamos pela imagem inapropriada recentemente compartilhada aqui. Nós removemos o tuíte e estamos investigando o que houve".
Tweet de desculpas publicado pela US AirWays (Foto: Reprodução Twitter)


Pouco menos de duas horas depois, a companhia enviou um comunicado oficial, divulgado no site Mashable, explicando o que houve para a foto ser postada:

Pedimos desculpas pela imagem inapropriada que compartilhamos recentemento em uma resposta no Twitter. Nossa investigação determinou que a imagem foi postada inicialmente em nosso feed por outro usuário. Capturamos o tuíte para marcá-lo como inapropriado. Infelizmente, a imagem foi incluída em uma resposta a uma cliente. Imediatamente percebemos o erro e removemos o tuíte. Nós nos arrependemos e estamos revendo nossos processos para prevenir erros semelhantes no futuro.
Abaixo, confira algumas reações no Twitter:
Reações de usuários do Twitter à foto postada pela US Air Ways (Foto: Reprodução )

terça-feira, 15 de abril de 2014

MAU TEMPO PROVOCA CAOS NO AEROPORTO SANTOS DUMONT

O mau tempo no Rio de Janeiro, seguido de uma chuva fina e forte nevoeiro na Baía de Guanabara na manhã desta terça-feira, prejudicou os voos que chegariam ao aeroporto Santos Dumont desde as 6h, quando o aeroporto seria aberto para operações de pousos e decolagens, o que acabou provocando superolotação no saguão do aeroporto. Esta situação ainda persiste, com centenas de passageiros aguardando para embarcar.

Como o aeroporto estava fechado para pousos, sete aviões procedentes de Cuiabá (MT), dois de Vitória e quatro da ponte aérea Rio-São Paulo foram desviados para o aeroporto Internacional do Rio, o Galeão.

Como os voos não estavam partindo por falta de aviões no solo para seguir seus destinos, o aeroporto Santos Dumont ficou completamente lotado. Os aviões que sairiam dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, para o Rio de Janeiro, não levantaram voo, aguardando a melhora do tempo no Rio, o que só ocorreu a partir das 9h30, quando o Santos Dumont foi reaberto para operações de pousos e decolagens por instrumentos.

Nesse período, as companhias aéreas dos dois aeroportos foram obrigadas a fazer novos check-ins para reembarcar os passageiros com destino ao Rio de Janeiro, e isso deixou o saguão do Santos Dumont superlotado. O primeiro voo da Avianca para o Rio chegou às 11h20, vindo do aeroporto de Congonhas. 

No site da Infraero, atualizado às 15h com informações das empresas aéreas, do total de 90 voos programados para o Santos Dumont, 40 tiveram atraso e 34 foram cancelados.

fonte/AgBrasil/Terra

COLISÃO DE 2 AIRBUS NO PÁTIO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE YANGON, MYANMAR




Um Airbus A320, XY-AGT, de Golden Myanmar Airlines colidiu com um Airbus A319, XY-AGR, de Myanmar Airways International no pátio do Aeroporto Internacional de Yangon.
 
O nariz do A320 colidiu com a parte traseira da fuselagem direita do A319.

fontte/foto/ASN/Facebook/Flightlevel