Pular para o conteúdo principal

TAAG PODERÁ OPTAR POR AERONAVES EMBRAER E190 PARA OS VOOS DOMÉSTICOS


A TAAG – Linhas Aéreas de Angola continua a lutar contra um ambiente operacional difícil em África, disse recentemente o administrador-executivo da transportadora aérea angolana, William Boulter, em entrevista exclusiva à revista ‘Air Transport World’ (ATW).
“Angola está muito ligada à indústria do petróleo. Para a TAAG, a maior questão é a falta de divisas no investimento “, disse.
“Os nossos últimos resultados financeiros incluíram um efeito financeiro único que não estará disponível este ano. 2017 é um desafio”, referiu William Boulter. “Há crescimento no primeiro trimestre. A carga também mostra uma ligeira melhoria. No entanto, o mercado ainda está para baixo, o que afeta diretamente o balanço patrimonial “.

Devido à situação financeira, a TAAG não é capaz de fazer atualizações e melhorias necessárias na cabina de passageiros. Os três Boeing 777-200ER com 10 anos de existência precisariam de uma reestruturação. “Nós ainda não temos o dinheiro. As reduções nos custos vão ter de continuar”, acrescentou o administrador-executivo da companhia angolana à ATW.

Nesta entrevista à revista norte-americana, William Boulter, que é um dos administradores nomeados pela Emirates para recuperar a TAAG, disse que o uso de jatos regionais em Angola, como os Embraer E190, seria mais económico em vez dos atuais Boeing 737-700. 

Por isso,
Por isso, mencionou que os E190 da Embraer seriam uma escolha inteligente para substituir os B737-700.
A TAAG voa presentemente para 31 destinos domésticos e internacionais com uma frota de 13 aviões Boeing 737-700 e Boeing 777-200/300ER. Nos últimos dois anos a companhia reduziu o pessoal de 3.900 para 3.300, mas William Boulter considera que a companhia aérea nacional de Angola ainda está com excesso de pessoal.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA