Pular para o conteúdo principal

FORÇA AÉREA DOS EUA VAI AVALIAR O SUPER TUCANO DA EMBRAER


O Super Tucano A-29, da Embraer, que poderá ser comercializado com a Força Aérea norte-americana

A Embraer, de São José dos Campos, vive a expectativa de vender até 300 unidades do caça Super Tucano (modeloA-29) para a Força Aérea dos Estados Unidos, a partir deste ano. A empresa participa, de uma espécie de processo de licitação com outras fabricantes.

Segundo a assessoria de imprensa da Embraer, os norte-americanos, que vão comprar aviões neste perfil, estão testando os caças joseenses.

Em julho, haverá uma demonstração na base aérea de Holloman, no estado do Novo México. O teste será feito em parceria com a Sierra Nevada Corporation.

"O A-29 é especialmente adequado para treinar pilotos de caça e torná-los proficientes", disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defense & Security, através da assessoria de imprensa. "Isso significa pilotos melhor treinados, mais rapidamente e de forma mais barata, permitindo que outras plataformas possam executar as missões que desempenham melhor", afirmou.

FABRICAÇÃO.
O A-29 é é um avião turboélice durável, versátil e potente, feito para executar uma vasta gama de missões de caça e ISR. O modelo é fabricado na unidade da Flórida.
Atualmente, o Super Tucano está em operação nas Forças Aéreas de outros 11 países pelo mundo.

fonte/foto/OVale

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA