Pular para o conteúdo principal

PARTE DA FROTA DA LINHAS AÉREAS DE MOÇAMBIQUE NÃO REÚNE CONDIÇÕES DE VOO, GOVERNO RECONHECE


 
Manuela Rebelo, vice-ministra dos Transportes e Comunicações do Governo da República de Moçambique, reconheceu nesta quinta-feira, dia 30 de março, a existência de dificuldades operacionais e estruturais na companhia aérea nacional de bandeira LAM (Linhas Aéreas de Moçambique). 
 
Durante uma visita às instalações da transportadora aérea, cujo capital social é detido maioritariamente pelo Estado de Moçambique, a governante verificou que quatro dos sete aparelhos comerciais da empresa estão sem voar devido a problemas de manutenção.

“A bandeira da LAM deve ser a segurança. Se o equipamento não reúne condições, mesmo que seja um mínimo detalhe, é importante estar em terra, e primeiro resolver o problema para garantirmos uma viagem segura aos nossos passageiros”, justificou, a propósito, a vice-ministra Manuela Rebelo, que também reconheceu a existência de problemas estruturais na companhia.

“Temos estado a constatar alguns problemas nos voos. Atrasos, adiamentos e alguma reclamação do nosso público-alvo, não porque o Governo não soubesse que a LAM tem alguns problemas”, disse Manuela Rebelo, que apontou a falta de equipamento como um obstáculo premente para a mais antiga operadora do espaço aéreo do país. A governante visitou as instalações da companhia, no Aeroporto de Mavalane, em Maputo, precisamente na sequência de uma série de incidentes que ocorreram na companhia, nomeadamente avarias técnicas e diversos atrasos e cancelamentos de voos que têm suscitado o protesto dos passageiros e um ambiente de desconfiança entre os clientes do transporte aéreo.

Na sua edição desta quinta-feira, o ‘Notícias de Maputo’, principal jornal impresso de Moçambique, destaca as avarias que se têm verificado em aviões da LAM e cita declarações do diretor técnico da companhia, Pascoal Bernardo: “Os técnicos estão no terreno a trabalhar e logo que recebermos as peças vamos pôr as aeronaves a voar”. “Dentro de dois a três dias, teremos o material necessário e garantimos que os aviões voltam a operar”, garantiu.

Face às deficiências e falta de resposta da companhia nacional, proibida de voar no espaço europeu, por não cumprir com a regulamentação comunitária, nomeadamente, quanto a questões de segurança, Manuela Rebelo disse aos jornalistas nesta quinta-feira, após a visita à sede da LAM, que o espaço aéreo em Moçambique está livre para que outras companhias aéreas o explorem, “bastando para o efeito seguirem os procedimentos legais”.

Presentemente a LAM e a MEX, sua subsidiária para o transporte inter-provincial, são as únicas companhias regulares certificadas para transporte aéreo regular em Moçambique, o que lhes confere uma posição de monopólio. O mercado está aberto, mas a situação econômica do País não tem permitido o aparecimento de novos operadores aéreos. Alguns empresários têm manifestado o seu desagrado face à enorme burocracia e demora com que decorrem os processos de licenciamento de novas companhias, o que já tem levado alguns investidores a desistirem da ideia.

fonte/ foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA