Pular para o conteúdo principal

COMISSÁRIOS DA BRITISH AIRWAYS EM GREVE NESTA SEMANA


Os tripulantes de cabina da British Airways da denominada frota mista, a maioria admitidos depois de 2010, anunciaram, através do sindicato Unite, uma nova greve de quatro dias que decorrerá entre os dias 17 e 20 de fevereiro. É a quarta paralisação nos últimos meses como protesto ao não alinhamento dos salários desses profissionais com os dos seus colegas de trabalho.
Face a estas paragens laborais, a British tem recorrido à fusão de alguns percursos e ao fretamento de aviões a outras companhias, nomeadamente à Titan Airways, Vueling e Thomson Airways.
O sindicato diz que desde 2010 os profissionais que foram admitidos e que integram o que na companhia se denomina por ‘frota mista’ entraram a ganhar pouco mais de 12.000 libras esterlinas (cerca de 14.061 euros) por ano, excluídos complementos, e hoje têm salários médios de 16.000 libras (cerca de 18.754 euros) por ano.
A companhia, por sua vez, contraria os números do sindicato e contrapõe que os salários pagos a esses funcionários estão entre as 21.000 e as 25.000 libras (entre 24.625 e 29.309 euros) por ano.
Entre 2009 e 2010, a British Airways implementou um rigoroso plano de reduções de custos, começando pelo pessoal. Conseguiu cerca de mil baixas voluntárias e a redução do horário de trabalho de cerca de 3.000 tripulantes de cabina, o que se resumiu, em termos práticos, num corte de 1.700 postos de trabalho.
A medida contemplava ainda o congelamento dos salários dos assistentes de bordo por dois anos até março de 2011 e uma redução da massa salarial dos pilotos em 2,6 por cento, o que na realidade aconteceu. O que parece que a companhia britânica não cumpriu foi a recolocação dos salários nos níveis prometidos, a fazer fé na palavra dos trabalhadores que foram admitidos na corrente década.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA