quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

BRASIL OFICIALIZA CONSULTA CONTRA RIVAL DA EMBRAER



Embraer Foto: Cláudio Vieira/OVALE


Com apoio da Embraer, o Brasil oficializou ontem o pedido de consultas ao governo canadense no âmbito da OMC (Organização Mundial do Comércio), em Genebra, sobre os subsídios que beneficiam o programa C-Series da empresa Bombardier, uma das principais concorrentes da fabricante brasileira no setor de jatos comerciais.

De acordo com o pedido brasileiro, a empresa canadense teria recebido mais de US$ 4 bilhões em subsídios de governos daquele país, o que acarretaria disputa desleal no mercado.

Somente em 2016, foram aportados recursos públicos da ordem de US$ 2,5 bilhões à fabricante canadense.

"A companhia canadense continua recebendo subsídios do governo local. Isso foi fundamental para o desenvolvimento e sobrevivência do programa C-Series, além de permitir à Bombardier oferecer suas aeronaves a preços artificialmente baixos", disse Paulo Cesar Silva, CEO da Embraer, por meio de nota.

"Para que o segmento de jatos comerciais continue sendo disputado entre companhias, e não entre governos, é fundamental que as condições equânimes de competição sejam respeitadas", completou o executivo.

Em dezembro do ano passado, o Camex (Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior), órgão máximo no governo brasileiro sobre políticas de comércio exterior, havia autorizado a abertura do procedimento de solução de controvérsias contra o Canadá na OMC.

Dados. O pedido de consultas é a primeira etapa do procedimento e permitirá o acesso a informações adicionais sobre o apoio à Bombardier. O entendimento do governo, compartilhado pela Embraer, é de que os subsídios oferecidos pelo governo canadense ferem os compromissos assumidos pelo Canadá na OMC.

fonte/foto/OVale

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...