SAMSUNG SUSPENDE VENDA DO GALAXY NOTE 7


A Samsung Eletronics vai suspender a produção do seu mais recente SMARFONE, o Galaxy Note 7, depois de vários utilizadores terem denunciado que os carregadores se incendiaram.
O gigante sul-coreano da eletrônica vai suspender provisoriamente as vendas em todo o mundo e irá oferecer, a quem teve problemas com o aparelho, a possibilidade de o substituir por outro modelo de forma temporária, explicou Koh Dong-jin, diretor da divisão de telemóveis da empresa, em conferência de imprensa.

O Galaxy Note 7 é um telemóvel topo de gama, com forma arredondada, resistente à água e com "scanner" de íris ocular, que está a ser comercializado mundialmente desde 19 de agosto.

"É possível que os utilizadores do Note 7 estejam preocupados. Se forem ao serviço técnico, temos um 'software' para comprovar se há problemas com o carregador", afirmou o diretor.

Após uma primeira investigação, a Samsung concluiu que os problemas nos Galaxy Note 7 "foram causados por baterias defeituosas".

O responsável adiantou ainda que durante a investigação foram detetadas 24 dessas baterias defeituosas num total de um milhão de carregadores.

Vários utilizadores denunciaram que, durante o carregamento, o aparelho incendiou-se, tendo mesmo filmado o sucedido para demonstrá-lo na internet.

A chamada à revisão, um caso sem precedentes desde que a Samsung começou a comercializar dispositivos inteligentes em 2010, poderá ser um duro golpe para a empresa sul-coreana, que recentemente recuperou no mercado, depois de ter perdido a gama alta dos smartfones nos últimos anos para a Apple.

fonte/fotoDivulgação/Jn.pt 

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas