Pular para o conteúdo principal

EMBRAER ABRE PDV APÓS PREJUÍZO DE R$ 337 MILHÕES


A Embraer anunciou ontem a abertura de um PDV (Plano de Desligamento Voluntário) em suas unidades no Brasil, onde trabalham 17 mil dos 19 mil funcionários da companhia.

Encerrando o segundo trimestre do ano com prejuízo de R$ 337,3 milhões, que fez a fabricante diminuir a projeção de entrega de aeronaves para 2016, a Embraer pretende economizar cerca de US$ 200 milhões com o programa e outras medidas de contenção.

Este é o mesmo valor da provisão de perdas de US$ 200 milhões, cerca de R$ 650 milhões, em razão de acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que investiga a Embraer sobre supostas violações às leis anticorrupção norte-americanas. O valor teria sido um dos motivos do resultado negativo no trimestre.

As regras do PDV e o pacote de benefícios, segundo a Embraer, serão negociados com os sindicatos de cada unidade. Em São José, a empresa tem reunião amanhã com o Sindicato dos Metalúrgicos.

Em nota, a companhia disse que diante do "cenário desafiador observado no mercado aeroespacial global" se faz necessário adotar medidas de redução de custos, especialmente o PDV.

"A Embraer acredita e trabalha pela superação desse momento. A companhia precisa assegurar sua perenidade e, para isso, necessita manter grande disciplina financeira, tomando ações imediatas", informou a companhia.

Os funcionários da unidades da empresa no Vale do Paraíba foram comunicados ontem sobre a adoção do PDV. A expectativa é que as regras do programa e o pacote de benefícios sejam definidos ainda em agosto.

fonte/OVale/foto/RobertoFantinel

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA